17º
31º
Parcialmente Nublado

Prefeitura de São Desidério intensifica Ações de Controle de Endemias

  • A Secretaria de Saúde de São Desidério, através da Vigilância em Saúde, por meio do trabalho das equipes de controle de Endemias, juntamente com a Vigilância Epidemiológica e o Laboratório de Doenças Endêmicas, realizaram um trabalho de controle de endemias com atividades fundamentadas em visitas domiciliares com orientações de cunho preventivo.

    Desde janeiro, já foram realizadas 16.633 visitas domiciliares pelos agentes de combate as endemias, no Programa de Combate ao vetor das Arboviroses (Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela), na sede do município, nos povoados de Morrão, Angico, Vila Nova, Canabravão, Ponte de Terra, Riacho Grande e Samambaia, e nos distritos de Sítio Grande e Roda Velha.

    Roda Velha – Entre os dias, 06 a 10 e 13 a 17 de março, as equipes de controle de Endemias estiveram em Roda Velha 1,2 e 3, Recanto Feliz e no Posto de Saúde, onde foram realizadas mais de 4 mil visitas em imóveis em todo o distrito, além de um trabalho de sensibilização à população. “A importância deste trabalho é levar a informação à população sobre as formas de se combater o mosquito Aedes Aegypti, e esse trabalho foi intensificado em Roda Velha, porque hoje apresenta notificações suspeitas do vetor das Arboviroses (Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela)”, destacou a enfermeira, Roberta Dalmaso.

    No dia 24, foi feita uma palestra educacional para os alunos da Escola Municipal Waldeck Ornelas. E no dia 28, após confirmação de um caso de Chikungunya na localidade de Roda Velha 3, foram realizadas atividades para bloqueio de transmissão das Arboviroses, que compreendem três etapas: tratamento Focal com larvicida; tratamento Perifocal com bombas aspersoras e inseticida de ação residual, e tratamento Espacial com UBV portátil realizado no Peri e intradomicílio.

    “Esse trabalho de combate elimina um único vetor das Arboviroses, (Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela). Roda Velha é a região mais endêmica do município com a confirmação de um caso de Chikungunya em 2017. Faço um apelo à população do município, para que receba bem o Agente de Combate à Endemias, pois é ele quem irá orientar como proceder para eliminar os focos e tratar os mesmos”, reforçou o coordenador de Endemias, Alessandro da Conceição.


    • Compartilhe:

    Comentários: