Cidade limpa povo educado

Por Jayme Modesto

Dizem que é possível saber o grau de educação de um povo, observando-se o estado de limpeza de sua cidade. Se isso é verdade, que nota merecemos, nós, o povo barreirense?

Chamei o povo barreirense de mal educado? Não! Fiz apenas uma pergunta. Ora, se cabe ao povo do município avaliar a qualidade dos serviços prestados pelo Poder Público e pelas concessionárias, também cabe a esse povo avaliar-se a si mesmo, no tocante ao modo como trata os espaços públicos, urbanos e rurais. Imaginem quanto constrangimento e indignação, se um visitante dissesse publicamente que os habitantes de Barreiras são sujos e mal educados!

Barreiras é uma cidade polo regional e universitária, por esta razão recebe muitos visitantes, homens de negócios, empresários e investidores, imaginem que impressão terá alguém que, chegando a Barreiras se depare com um quadro como o que estamos presenciando em alguns pontos da cidade, especificamente em volta do centro financeiro e centro de abastecimento?  O que para nós já é normal, poderá chocar e provocar náuseas em quem não esteja habituado.

O problema do lixo em Barreiras é um assunto de todos. Quem é o culpado por toda essa sujeira, a prefeitura? Ou o próprio povo? Para saber a resposta, basta passar por aquele local no final da tarde que você saberá quem é o responsável por tamanho desmando.

O caminhão do lixo obedecendo a um calendário determinado passa para fazer a coleta nas ruas, mas o grande problema é causado pelos próprios comerciantes que jogam a sujidade de seus comércios espalhada no chão, dificultando o trabalho dos garis no dia seguinte e emporcalhando ainda mais a cidade.

Ali, se encontra todo tipo de lixo amontoado, até restos de carcaças de animais, que são avidamente disputados por cães, mesmo para quem está acostumado, como é o nosso caso, passar por ali sempre causa desconforto. E ai cabe a pergunta. Que sentido faz jogar lixo nas ruas? e para que existem lixeiras? As principais avenidas e Praças de Barreiras receberam lixeiras, projeto para manter a cidade limpa, e com práticas simples como colocar o lixo em local adequado e de forma correta, tal problema talvez fosse solucionado. Em poucos meses os coletores que não foram roubados foram quebrados por vândalos, cabe a pergunta. O que leva uma pessoa a depredar um equipamento público? Isso realmente configura-se, falta de educação e cidadania.

Mede-se o grau de educação de um povo pelo nível de limpeza de sua cidade. Como pretender ser educado se não conseguimos nem mesmo manter limpas nossas ruas. Pela maneira como vemos o lixo ser tratado nas ruas de Barreiras, podemos dizer que ainda temos muita gente mal-educada na cidade.

Outro agravante que observamos diariamente e que também contribui para a sujeira de nossa cidade são as panfletagens e folders de casas comerciais distribuídos aleatoriamente. Sem falar de alguns comerciantes que se acham donos das ruas, usando as calçadas para exposição de seus produtos, outros ocupam as vias públicas com churrasqueiras, mesas e cadeiras, ferindo frontalmente o principio da acessibilidade, sem falar ainda nos motoristas mal educados que estacionam seus carros e motos em cima das calçadas.

Precisamos urgentemente de um novo código de postura e que seja cumprido o que determina a lei, com fiscalização rigorosa em quem comete estes tipos de abusos.


Compartilhe:

Comentários: