Ministro Joaquim Barbosa perde a postura e decepciona admiradores

Jaime Modesto

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, se exaltou com o repórter Felipe Recondo, do jornal O Estado de S. Paulo,após o jornalista tentar fazer uma pergunta ao ministro quando ele saia de uma reunião no Conselho Nacional de Justiça. O magistrado se irritou e mandou o repórter “se chafurdar no lixo” e ainda o chamou de palhaço.

Será que o poder subiu à cabeça do Ministro Joaquim Barbosa? Sua excelência mostra que não está preparado para a “fama” repentina. O Ministro precisa saber que nem sempre a imprensa vai lhe procurar para bajulações e reverências como faz em relação ao julgamento do MENSALÃO. Joaquim Barbosa já deixou bem evidente que não gosta de ser contrariado e que não tem a mínima capacidade de conter seus impulsos de agressividade verbal, onde e contra quem quer que seja. Os termos empregados pelo Ministro e dirigidos ao repórter do jornal, (rapaz, palhaço) deixam transparecer uma postura arrogante e autoritária, além de fortemente preconceituosa, extrapolando a simples irritação de momento.

Após a fala do ministro ser noticiada, Wellington Geraldo Silva, secretário de Comunicação do STF, pediu desculpas pelo ocorrido em nome do ministro e disse que Barbosa estava tomado pelo cansaço e fortes doresMesmo assim não justifica.


Compartilhe:

Comentários: