Bloco Maluco Beleza do CAPS II e CAPS AD leva alegria e descontração ao Circuito Zé de Hermes do Barreiras Folia

  • Não aos manicômios, sim a liberdade!

    Dircom

    “…Vou ficar, ficar com certeza, maluco beleza”, e foi com Maluco Beleza de Raul Seixas que o Bloco do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Barreiras, e do Centro de Atenção Psicossocial para atendimento de álcool e outras drogas – CAPS AD, fez a festa na primeira noite do Barreiras Folia 2019. Os integrantes do Bloco Maluco Beleza, que estavam acompanhados por familiares e da equipe multiprofissional, percorreram as ruas do centro histórico ao som da percussão da Recicla Banda.

    De cima do trio, o professor Marco Antônio cantou diversas músicas de renomados artistas baianos e animou todos por onde o bloco passava. Com bastante colorido, máscaras e faixas com frases representativas como “Não ao manicômio, sim a liberdade”, “Viva o cuidado no SUS”, demostravam o cuidado e atenção que a população deve ter com os pacientes que fazem acompanhamento e tratamento mental e de álcool e outras drogas.

    A festa carnavalesca do Bloco Maluco Beleza também teve a participação da subsecretária de saúde, Larissa Barbosa, do presidente do Conselho Municipal de Saúde, Gilvan Ferreira, da coordenadora de saúde mental, Denny Samper e da assessora Maria Messias. Vestida com a blusa do bloco, a subsecretária destacou a importância dessa interação social para os participantes do CAPS.

    “Esses momentos integram familiares, usuários do CAPS II e CAPS AD, e os profissionais. Essa reinserção social é muito importante para o processo de cura dos usuários, é um momento que resgata a interação dessas pessoas no meio social que precisam se mostrar, expressar seus sentimentos, sensações e suas artes. Esse é um momento em que a doença fica em segundo plano, e a alegria desse período de festa na nossa cidade de fato emerge e floresce na vida de cada um”, destacou Larissa Barbosa.


    • Compartilhe:

    Comentários: