Dia de Escuta na Escola dá aos alunos oportunidade de falar sobre suas angústias, expectativas e sentimentos

  • Dircom

    Estou do seu lado: olhar, ouvir, sentir e acolher, essas foram as diretrizes do Dia de Escuta na Escola, promovido pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, em todas as unidades de ensino da rede municipal de Barreiras, na última sexta-feira, 27. Embora a escola já seja um espaço de diálogo, a programação diversificou o debate com foco na prevenção ao suicídio e depressão.

    O projeto tem o intuito de promover roda de discussões, ouvir as experiências do dia a dia na educação, em que o aluno é o protagonista fundamental no processo, ouvindo as queixas e reflexões. “O Dia de Escuta não acontece apenas em momentos pontuais ou localizados. Recomenda-se que a escola manifeste a intencionalidade e busque criar ambientes propícios, estruturando o momento da forma como lhe parece mais adequada às necessidades dos estudantes”, explicou Eliene Fernandes, subdiretora de acessibilidade e inclusão, da Secretaria Municipal de Educação.

    Cada escola realizou a própria programação que incluiu panfletagem, roda de conversa, teatro, momentos de sensibilização, palestras e jogos. As ações contaram com a parceria da Associação e Núcleo de Acolhimento e Valorização da Vida (ANAVV), psicólogos do Centros de Referência de Assistência Social – CRAS e UNIFASB, secretarias municipais e profissionais de saúde.

    O cronograma de ações também faz parte do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio e valorização da vida em todo o mundo. Em Barreiras, a Secretaria Municipal de Saúde também uniu esforços nesta luta com manifestações culturais, salas de espera nas Unidades de Saúde, terapias alternativas e a IV Caminhada de Prevenção ao Suicídio.


    • Compartilhe:

    Comentários: