Filhas de mães rígidas têm mais chances de serem bem sucedidas

Estudo aponta que crianças criadas por mães duronas têm melhores resultados na vida profissional

As mães que já se sentiram mal por serem linha dura com as filhas podem dar um suspiro de alívio. Novo estudo da Universidade de Essex, na Inglaterra, aponta que maiores exigências na criação das adolescentes mostram resultados positivos na futura vida profissional delas.

De 2004 a 2010, os pesquisadores acompanharam 15.500 meninas, entre 13 e 14 anos, e observaram que atitudes consideradas mais “chatas” e “duronas” das mães ajudam a formar adolescentes que serão mais bem sucedidas em comparação às crianças mimadas.

As filhas de mães rígidas tiveram melhor aprovação nos vestibulares e, consequentemente, nos primeiros empregos.

Outros resultados do estudo, apresentados na conferência Royal Economic Society, revelaram que as “chatices” também podem reduzir a chance de gravidez das filhas durante a adolescência.

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: