Filme gravado em Ibotirama foi lançado em Barreiras

Grãos de Arroz é um curta-metragem que traz em seu elenco além dos atores baianos, moradores do próprio município de Ibotirama, o ator Vinícius de Oliveira, nacionalmente conhecido e eternizado por sua brilhante interpretação no premiado “Central do Brasil”

IMG_4302

O plenário da Câmara de Barreiras se transformou em uma verdadeira sala de cinema (Fotos: Cheilla Gobi/JGO)

 

Cheilla Gobi DRT 4871/BA

Rodado no município de Ibotirama, no Oeste da Bahia, o filme ‘Grãos de Arroz’, conta em apenas 15 minutos, uma emocionante história de amor e fé de um homem que esteve aberto para a direção e condução proporcionada por Deus para aqueles que buscam. Retrata a realidade de muitos brasileiros, especialmente os nordestinos que contam com a intervenção do altíssimo como indispensável para a colheita do que se semeia, seja no campo material ou emocional. O filme também enseja a reflexão sobre o respeito, o amor e a valorização da família.

Atores, diretor, roteirista e produtores do filme se juntaram a um seleto grupo de convidados para assistir neste sábado (12/03), na Câmara Municipal de Barreiras, à avant première do filme.IMG_4246

Foram três anos e meio de trabalho. Captação de recurso, finalização de roteiro, escolha do elenco, pré-produção, filmagens, edição e finalização. ‘Grãos de Arroz’ é um curta-metragem com roteiro de Linda Araújo dirigido por Son Araújo com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia e patrocínio local.

“O filme foi gravado em 2013, mas só agora está sendo exibido”, frisou o diretor Son Araújo.

Cerca de 117 pessoas estiveram envolvidas nas várias etapas do filme que traz em seu elenco, além dos atores baianos Agnaldo Lopes, Deusi Magalhães, Laís Rocha, Claudino Freitas, Abgail Montalvão, Paulo Henrique e as crianças: Brunna, Giovanna e João Caetano, o ator Vinícius de Oliveira, nacionalmente conhecido e eternizado por sua brilhante interpretação no premiado “Central do Brasil”, onde contracenou com Fernanda Montenegro e Marília Pêra, entre outros expoentes do cinema, televisão e do teatro brasileiro.

“Um filme feito com muito cuidado e carinho, e conta uma história que é muito bonita, em um lugar bacana, que tem tudo haver com a narração. Além de uma direção sensível, um olhar diferente para a história, o diretor conseguiu juntar uma equipe bem qualificada, e toda essa combinação proporcionou um equilíbrio para se fazer um bom trabalho e mostrar na tela. Espero que o filme possa rodar por todo o interior, e que possa ter uma carreira bacana dentro dos festivais”, disse o ator principal, Vinícius de Oliveira.

IMG_4254

Equipe envolvida no filme ocupou a primeira fila (Fotos: Cheilla Gobi/JGO)

IMG_4284Na oportunidade, a roteirista do filme, Linda Araújo, contou um pouco da experiência em escrever Grãos de Arroz. “Apesar de todo o esforço, hoje temos a oportunidade em mostrar o nosso trabalho simples, mas feito com muito carinho. O roteiro traz três pontos básicos que fala de amor, fé e respeito no seio familiar, com objetivo de mostrar para a sociedade que é preciso educar nossos filhos, de forma que eles não venham a perder as origens, a essência de ser humano”, destacou a roteirista.

Um novo filme

O filme despertou a criatividade dos artistas locais, e o diretor de Grãos de Arroz, Son Araújo já planeja para gravar um novo filme em breve, desta vez um longa – metragem.

IMG_4298essa“Não vamos ficar apenas neste, queremos mais. O cinema é uma forma de comunicação incrível. O Oeste da Bahia provou que tem capacidade, temos atores competentes, produtoras e produtores competentes. Vamos acreditar em nossos sonhos, pois eles acontecem, assim como mostra o filme!” diz Son.

O presidente da Câmara de Vereadores de Barreiras, Carlos Tito parabenizou o diretor do filme pela coragem e determinação em produzir cinema na região Oeste da Bahia, e registrou com lamento a ausência de um cinema no município.

IMG_4271“Destaco a importância da produção do filme no Oeste, fortalecendo nossa identidade cultural, superando todos os desafios vistos. Destaco ainda a importância não só do poder público, mas também da iniciativa privada para que haja um apoio objetivo, e incentivo à cultura, especialmente à 7ª arte. Que a mensagem de amor, fé e esperança manifestada no Grãos de Arroz, seja o farol para as transformações sociais que Barreiras, a Bahia e o Brasil precisam experimentar. Parabéns! Barreiras agradece por vocês absorverem essa determinação, em contemplar nossa região com essa bela produção”.

Sinopse do Grãos de Arroz

Meados dos anos 60, num povoado castigado pela seca, Manu (Vinícius de Oliveira), jovem tímido e sonhador conta através das suas memórias um episódio intrigante e emocionante da vida de seu pai Messias (Agnaldo Lopes), homem de fé e coragem que busca com muita luta manter o sustento da sua família. Messias é atormentado por constantes sonhos, alimentado por esses sinais faz uma promessa e passa a depositar fé no improvável, acompanhando o sofrimento da sua família, se veem juntos à espera de um milagre. Uma intensa história de amor, fé e esperança, que prende nossa atenção e nos faz repensar o que consideramos impossível.

 


Compartilhe:

Comentários: