Adeus Dáda

Ernesto Mabato Villavicêncio, 62 anos

Hoje enterramos teu corpo no cemitério São João Batista. Estavas sereno e magro  depois de muito sofrimento, lutando pela vida que tanto amastes.

Filipino de nascimento, partistes deixando uma lacuna que vamos preencher com as boas lembranças. E como temos boas lembranças destes 33 anos que vivestes em Barreiras, terra que adotastes também como tua.

A tua chegada há mais de três décadas foi marcada pelas roupas coloridas de monge indiano, que cheio de ideais estava empenhado em possibilitar educação integral para crianças carentes, como base para mudar o mundo. A escolha inicial por Barreiras (nordeste do Brasil) não foi tua, mas a identificação com este lugar fez com que por aqui ficasses e cada vez mais  te integrasses com a cultura e os costumes locais.

Como monge eras chamado de Dáda e os amigos mais íntimos ainda te chamam assim. Mesmo depois que conhecestes a professora Lilita de Castro Borges, depois de teres te casado em 1984, e, com ela teres alcançado tua maior glória: ser pai de Guilherme e Ian.

A atração entre ambos começou pelo ideal comum de contribuir para a construção de um Planeta mais solidário. Da amizade nasceu o amor, o companheirismo e a admiração mútua. Desde então, a família da tua Lilita foi também a tua família. Com ela e com teus amigos celebrastes a vida muitas vezes e pelos mais variados motivos.

Deixas a saudade de um tempo que não volta mais. Primeiro como monge, depois como professor de língua inglesa em diversas escolas e por fim como proprietário da franquia do CCAA em Barreiras e Luís Eduardo Magalhães.

E, para encerrar, não posso deixar de fazer referência à tua marca registrada: a gostosa risada que tão bem conhecíamos. Portanto, me desculpem, mas vou parafrasear Caetano Veloso dizendo, “Quero ver Ernesto da sua risada”!!

(Ernesto Mabato Villavicêncio, 62 anos, faleceu no Hospital do Oeste dia 01 de outubro, depois de quase dois meses de internamento.)

Miriam Hermes

Barreiras, 02 de outubro de 2013


Compartilhe:

Comentários: