BA-172 bate recorde de acidentes com animais

DSCN0229
Jayme Modesto

Trafegar pelas rodovias da região Oeste se tornou cada vez mais complicado e perigoso. Em todas as localidades já se tornou comum à presença de animais soltos nas estradas, mesmo causando graves acidentes, quase sempre deixa vítimas fatais, nada é feito para tentar resolver o problema.

Para quem trafega pela BA-172, que liga o município de Muquém do São Francisco a Santa Maria da Vitoria, eles representam um dos maiores riscos. Os animais surgem de repente, têm movimentos imprevisíveis e, muitas vezes, estão acompanhados de outros animais.

A irresponsabilidade dos donos também passa dos limites, alguns colocam os animais para alimentar próximo à rodovia, outros fazem pior, escolhem o local para abandoná-los. Segundo dados divulgados por órgãos do governo, na Bahia os números de ocorrências envolvendo acidentes com animais nas rodovias aumentaram assustadoramente.

Na BA-172, a equipe do Jornal Gazeta do Oeste, já registrou inúmeros acidentes, mais precisamente no trecho entre o povoado de Javi e Serra Dourada, onde é mais fácil notar a presença de animais as margens da rodovia. Em algumas situações o motorista tem que dividir a pista com animais de grande porte – cavalos e vacas. O certo mesmo é que os motoristas redobrem a atenção ao trafegar por àquela rodovia.

Neste sábado (20), presenciamos mais um dos rotineiros acidentes na referida BA. Um automóvel Saveiro colidiu com uma égua próximo ao povoado de Santa Paz da 25, no município de Brejolândia. O condutor do veículo seguia em direção à cidade de Conquista e teve a viagem interrompida pela irresponsabilidade do dono do animal, que morreu na hora.


Compartilhe:

Comentários: