Bahia registra mais de 3 mil casos de catapora e crianças são mais afetadas

Dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) apontam que de janeiro até o último dia 10 deste mês foram notificados 3082 casos de catapora na Bahia. Crianças com idades entre um e 9 anos foram as principais vítimas. Em 2012 no mesmo período foram registrados 5077 casos da doença em todo o estado da Bahia. Feira de Santana é uma das cidades com maior número de casos, sendo notificados 182 somente este ano. Apesar dos números altos, a Sesab nega que haja um surto de catapora no município.

A catapora é uma doença contagiosa e que se manifesta com maior frequencia em crianças de um a 10 anos. Os primeiros sintomas são febre alta, mal-estar, inapetência, dor de cabeça e cansaço. Entre 24 e 48 horas depois dos primeiros sintomas, surgem lesões de pele caracterizadas por manchas avermelhadas, que dão lugar a pequenas bolhas que provocam coceira.

A doença é facilmente transmitida para outras pessoas. O contágio ocorre, principalmente, pelas gotículas de saliva, pelo espirro, pela tosse ou pelo contato direto com o líquido das bolhas. A recuperação completa da pessoa que contraiu a doença  leva cerca de dez dias depois do aparecimento dos primeiros sintomas. Especialistas alertam caso alguém seja contagiado, a única maneira de evitar a proliferação é através do isolamento social, para evitar que outras pessoas sejam afetadas e esperar que as lesões da pele cicatrizem, para só aí retomar sua rotina normal.

Gestantes, recém-nascidos e pessoas com baixa  imunidade, devem receber cuidados especiais, já que a doença, nesses casos, pode evoluir para quadros mais graves, como pneumonia, edema, infecção de ouvido. Uma vez adquirido o vírus, a pessoa fica protegida por toda a vida.

Além disso, os pacientes devem evitar tocar ou coçar as feridas, já que os atos podem provocar infecções bacterianas, causando complicações, aumentando a probabilidade de a pele ficar manchada. Caso a pessoa suspeita que esteja com a doença, deve procurar orientação médica. Para evitar que uma criança não pegue catapora, é importante que seja vacinada antes de completar um ano de idade.

Feira de Santana

Por conta do número de casos registrados no município nos últimos meses e para combater a doença, a partir do dia 1º de outubro, a vacina contra a catapora será distribuída gratuitamente nos postos de saúde para as crianças com idades entre um ano e três meses, até um ano e onze meses.

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: