Começa Operação Safra 2015/16 no Oeste da Bahia

Ações visam reforçar o combate ao roubo de defensivos em fazendas da região do cerrado por quadrilhas especializadas

 

IMG_5638texto

O lançamento da Operação Safra foi realizado na Associação Barreirense Aerodesportiva em Barreiras  Foto: Cheilla Gobi/JGO

 

Cheilla Gobi DRT-4871/BA

Com o objetivo de intensificar as ações de policiamento, principalmente na região rural, coibindo atos de criminosos nas propriedades rurais dos municípios do Oeste da Bahia, a Polícia Militar do estado, através do Comando de Policiamento da Região Oeste, do Comando de Policiamento Especializado, da Cipe Cerrado, e 3ª Companhia de Polícia Rodoviária, vai realizar pelo segundo ano consecutivo, a Operação Safra 2015/16. O lançamento da Operação foi realizado na manhã desta terça-feira (13/10), na Associação Barreirense Aerodesportiva (ABA), em Barreiras.

A partir do dia 15 de outubro, as estradas e as propriedades serão monitoradas pelas patrulhas da Polícia Militar que realizarão blitz e visitas às unidades produtivas. Ao todo 100 homens treinados, vão percorrer mais de mil propriedades rurais, somando 2,25 milhões de hectares cultivados. Além de novas viaturas e um helicóptero estarão mobilizados para aumentar a segurança de produtores e funcionários. A ação da Polícia Militar também dará apoio ao trabalho da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), no controle fitossanitário e no trânsito de produtos e defensivos agrícolas.

IMG_5669O anúncio foi feito pelo comandante de Policiamento Especializado da Polícia Militar, Cel. Lázaro Monteiro, durante o lançamento. “Trago a vocês esta mensagem positiva, de que a PMBA está com as ferramentas necessárias e com o efetivo diuturnamente otimizado, com o foco de fazer a repressão desses crimes. A região Oeste é um dos grandes celeiros da produção agrícola, portanto, vamos realizar durante seis meses e meio essa operação, com força total. Em períodos específicos, e de acordo com a disponibilidade operacional, a ação contará com um helicóptero para rondas em determinados setores, agregando valor ao trabalho dos policiais militares. Temos certeza que esta operação será um sucesso”, enfatizou Lázaro.

A Operação irá cobrir os municípios de Barreiras, Angical, Baianópolis, Correntina, Côcos, Formosa do Rio Preto, Jaborandí, Luís Eduardo Magalhães, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia e São Desidério, compreendendo uma área 91.601,45 Km² beneficiando em torno de 451 mil pessoas.

IMG_5681

Comandante de Policiamento Especializado, Cel. Lázaro Monteiro, diretor-geral da Adab, Oziel Oliveira, Cel. Paulo Salomão Portugal e o presidente da Aiba, Júlio Busato  Foto: Cheilla Gobi/JGO

Ações

Em 2013 foram registradas inúmeras ocorrências de furto e roubos de defensivos agrícolas, ocorrências essas que pelo modo operante de invasão as propriedades, por grupos armados, proporcionaram momentos de pânico e terror à famílias e empregados. Esta modalidade de crime somou um prejuízo estimado pela Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) em R$ 15 milhões na safra 13/14, nas áreas em produção no extremo oeste baiano. Os bandidos focam os produtos químicos utilizados nas lavouras, alguns com valores que chegam a R$ 20 mil por litro.

Preocupada com o clima negativo instalado no campo e a necessidade de continuar a produzir, a Aiba buscou a Adab e o Comado Geral da Polícia Militar, em 2014, dando o pontapé inicial para que fosse implementada essa operação, cujos frutos foram vistos, por todos os participantes da cadeia produtiva da agricultura.

IMG_5648De acordo com dados apontados pelo Cel. Paulo Salomão Portugal de Souza, comandante do CPRO, na primeira edição da Operação Safra, mais de 2 mil veículos foram abordados, bem como uma média de 6 mil. As visitas a imóveis rurais chegaram a mais de 1.300. Destaque para recuperação de uma carga de soja e máquinas furtadas, 15 flagrantes registrados nas delegacias territoriais, desarticulação de uma quadrilha com envolvimento de empresário, 73 armas e dez veículos foram apreendidos.

“A Operação é uma ação-resposta rápida onde coíbe o crime, retira de circulação os autores, e proporciona a sensação de segurança das comunidades afetadas. Estamos iniciando a segunda edição, e juntos com a comunidade do Oeste iremos fazer uma corrente do bem, lema do nosso Comando Geral e de toda a corporação que está sempre pronta a desempenhar sua missão”, destacou Salomão.

A Operação Safra no Oeste da Bahia faz parte das ações de articulação da Aiba e Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), junto ao governo do Estado, para melhoria da segurança na zona rural da região. Paralelo ao trabalho dos policiais, seguindo o mesmo procedimento realizado na primeira edição da Operação, a Aiba garante realizar uma série de reuniões nas comunidades agrícolas, orientando os produtores a designarem funcionários para serem os responsáveis por recepcionar as patrulhas e fornecer as informações solicitadas. Na ocasião, os produtores receberão adesivos com os telefones de contato das patrulhas e das centrais de polícia da região.

“Os produtores, através da Aiba, estão apoiando a operação principalmente na parte de logística para que esses policiais, quando estiverem no campo, tenham todo o amparo possível para a realização das ações”, disse o presidente da Aiba, Júlio Busato.

IMG_5626

Produtores rurais da região participaram do evento Foto: Cheilla Gobi/JGO

IMG_5693

Marcaram presença no lançamento da Operação Safra os comandantes das companhias envolvidas na Operação; além do diretor-geral da Adab, Oziel Oliveira e produtores rurais Foto: Cheilla Gobi/JGO


Compartilhe:

Comentários: