Dia Nacional de Lutas: BR 242 no trecho que liga Barreiras à Luís Eduardo Magalhães que havia sido interditada já está liberada

Cheilla Gobi

Trabalhadores fazem marchas, protestos e fecham rodovias em todo pais nesta quinta-feira (11), Dia Nacional de Lutas. A Br 242, no trecho que liga Barreiras à Luís Eduardo Magalhães foi bloqueada nesta manhã por membros do Movimento Sem Terra – MST, mas foi liberada por volta das 10 horas.

De acordo com Polícia Rodoviaria Federal – PRF, a iniciativa partiu do próprio grupo, mas que eles ainda permanecem no local, reunidos. Portanto ainda não se sabe o que pode aconteceu nas próximas horas.

As principais reivindicações são pelo fim do fator previdenciário, pela redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salários, pela aceleração da reforma agrária e pela aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na educação e de 10% do Orçamento da União para a saúde. Organizações sindicais e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) organizam o ato.

Segundo informações do Tribuna da Bahia, metalúrgicos e trabalhadores da construção civil, bem como operários de obras do Programa de Aceleração do Crescimento, devem aderir totalmente ao movimento. Outras categorias devem parar parcialmente, como bancários e funcionários da área de telefonia.


Compartilhe:

Comentários: