Encontro realizado em Barreiras discute a feminização da AIDS

DIRCOM

No último dia 25, dados alarmantes foram apresentados sobre o aumento do número de mulheres contaminadas pelo vírus HIV, causador da AIDS, em todo o Brasil. A palestra fez parte da programação regional de combate à feminização da AIDS, desenvolvida pela Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, com o apoio da Prefeitura de Barreiras, no auditório do IFBA.

“Antes tínhamos uma proporção de uma mulher a cada dezesseis homens. Hoje, metade das pessoas que vivem com HIV são mulheres. Isso é alarmante, e não podemos mais falar em grupo de risco”, disse Rafaela Seixas, representante da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres.

Visto como um problema não só de saúde, mas também social, o evento teve o apoio das secretarias de Saúde e do Trabalho e Promoção Social de Barreiras. “Sabemos das dificuldades e temos hoje, uma coordenação que trabalha diariamente no acompanhamento e processo de diagnóstico. Mas entendemos que é um trabalho multidisciplinar, que deverá ser desenvolvido com a participação de todas as secretarias”, disse Regina Figueiredo, secretária de saúde.

A Secretária do Trabalho e Promoção Social destacou a importância dos programas de capacitação na promoção da valorização feminina e conquista da independência. “Hoje o município consegue capacitar milhares de mulheres todos os anos, e isso ajuda a transformá-las em independentes e mais atuantes dentro do seio familiar. Tenho certeza de que podemos fazer muito mais e continuaremos nessa luta contra o avanço da AIDS na nossa comunidade”, disse Antônia Pedrosa.


Compartilhe:

Comentários: