Famílias elegem comissão de acompanhamento de obras do Programa Minha Casa Minha Vida

Texto: Ascom/São Desidério

Fotos: Rodney Martins

No dia 27 de março, representantes da Secretaria de Assistência Social de São Desidério, reuniu no auditório da prefeitura com 42 pessoas contemplados no Programa “Minha Casa Minha Vida”, para eleger a comissão para o acompanhamento de obras – CAO.

Foi constituída a comissão que irá acompanhar e fiscalizar as obras por Adriana Vieira da Silva, Francineia Correia dos Santos e Joaquim Pereira dos Santos, representantes  dos beneficiários e Lucineia Nunes da Silva Lima, representando o poder público. “A reunião foi proveitosa devido ao número de beneficiários que compareceram para ouvir as explicações da Assistência Social e formalizar a comissão. Essas obras contemplam pessoas que se encontram em área de risco, idosos e deficientes”. Afirma Lucineia Lima.

Adriana Vieira da Silva, atualmente mora com duas filhas na residência de sua avó e sonha com a casa própria há muito tempo. Mas, é proprietária de um lote no setor quatro, no bairro Alto do Cristo, e foi uma das 50 pessoas comtempladas no programa. “Estou radiante, é um sonho que está se realizando, este é o meu melhor presente de aniversário no próximo dia 07. Todos os contemplados com quem eu tenho falado também estão muito felizes”. Além de ser comtemplada Adriana Silva, ainda assumiu o cargo de secretária da CAO. “Agora com a comissão formalizada podemos fiscalizar de perto as obras e juntos buscar melhores resultados”. Assegura.

De acordo com a assistente social Lucineia Lima, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDUR), mais uma etapa foi concluída, os beneficiários foram aprovados e os nomes enviados para o Ministério das Cidades, que contemplou cinquenta pessoas que possuem lotes na sede e se inscreveram no programa. A lista com os nomes das famílias beneficiadas se encontra na Secretaria de Assistência Social. Com a documentação encaminhada a Secretaria, aguarda o pronunciamento do Ministério das Cidades para o início das obras.

 


Compartilhe:

Comentários: