Foi incrível! Grande festa anos 60

Texto e fotos: Jayme Modesto

A Casa de eventos Bartira Fest promoveu no dia 08 de novembro mais uma edição da festa “Anos 60”. A festa animada por uma das mais famosas e requisitadas bandas do Brasil, os Incríveis foi marcada por muita agitação e descontração, entre outros estilos musicais que colocou o público animado para cantar e dançar. Sucessos antigos e atuais da banda comprovaram que qualidade musical faz a diferença. Ninguém resistiu e caiu na dança ao som da jovem guarda, afinal, dizem que o segredo de viver bem é não ter vergonha de ser feliz.

Quem foi conferir de perto ouviu o melhor do flash back e relembrou as músicas que marcaram as décadas de 60 e 70, uma grande oportunidade para confraternização, não somente entre os amantes da boa música, mas também para o encontro de velhos amigos.

Os vestidos de bolinhas predominaram e quem foi à Bartira Fest, pôde ver uma festa cercada de gente bacana, animada e irreverente.

Histórico da banda

Domingos Orlando “Mingo”, Waldemar Mozema “Risonho”, Antônio Rosas Seixas “Manito”, Luiz Franco Thomaz “Netinho” e Demerval Teixeira Rodrigues “Neno”, que foi substituído em 1965 por Lívio Benvenuti “Nenê”, formavam Os Incríveis, uma banda de rock e pop dos anos 60 e 70.

Em 1962, surge em São Paulo os The Clevers, inspirados pelos conjuntos instrumentais norte-americanos, muito populares na época, como The Ventures e The Shadows. Em seus shows, os The Clevers tocavam principalmente twist, estilo em moda no início da década de 1960. Porém, aos poucos foram introduzindo músicas cantadas, interpretadas pelo guitarrista-base, Mingo, que tinha boa voz.

Num bate papo no camarim, Netinho o baterista e único integrante da formação original da banda, lembrou-se dos bons tempos dos Incríveis. “Posso dizer com tranquilidade que a banda Os Incríveis era o Beatles brasileiro. E sua fama era notória em toda América Latina e fora dela”, afirmou Netinho.

Como o próprio Netinho destacou, eles foram os primeiros cantores e se apresentar no Japão fazendo uma turnê.

Esse encontro pessoal com o componente de Os Incríveis foi rápido, mas com tempo suficiente para um abraço caloroso, e recordar os bons tempos da Jovem Guarda e a oportunidade de perceber que a simplicidade demonstrada por Netinho fez parte de cada um dos componentes de uma das mais importantes bandas da Jovem Guarda.

Neste Bate papo tivemos a oportunidade de falar da história da banda, matei algumas curiosidades que foram elucidadas por Netinho.

Por outro lado, na minha vida profissional como jornalista já tive boas oportunidades de entrevistar artistas e políticos, o que me renderam crescimento, conhecimento e experiência – artistas como Leonardo, Chitãozinho e Chororó, Daniel, Sergio Reis por três vezes, Rick e Renner, Vitor e Léu, João Mineiro, Milionário e José Rico, Claudia Leite, Ivete Sangalo, Bel Marques. Além de políticos como Antônio Carlos Magalhães, Luiz Eduardo, Geraldo Alkimim, Governadores, ministros e tantos outros famosos. E digo mais, sou um profissional organizado, tive a preocupação de colecionar este trabalho com as respectivas fotos que são conservadas com muito cuidado. O mesmo faço com as publicações em que meu nome aparece. Penso que são essas pequenas coisas que ajudarão a contar a nossa história de vida, uma coleção com mais de duas mil peças.

Os Incríveis foi uma banda que marcou a vida de milhões de pessoas pelo país, marcou também a minha vida e de muitos amigos de infância. Era um tempo em que não havia letras apelativas nas músicas e que as formas simples de falar do amor, numa poesia também simples, era o suficiente para, somadas aos arranjos musicais, embalar nossos sonhos de crianças, adolescentes e jovens nos anos 60 e 70.

Não precisávamos de drogas, encher a cara ou se acabar em devassidão para sermos felizes. Paquerávamos, namorávamos, íamos às “Matinês” aos finais de semana para dançar e nem havia brigas, nem mesmo a presença da polícia.  A nossa trilha sonora era Os Incríveis, Renato e Seus Blue Caps, Os Goden boys, The Fevers, Deno e Dino, Leno e Lilia, Wanderleia, Os Carbonos, e todos os cantores nacionais e internacionais da época.

Parabéns aos organizadores da Bartira Fest por terem trazido Os Incríveis. Cinquenta anos se passaram e eles continuam maravilhosos. Uma pena não ter tido a oportunidade de conhecer o conjunto completo. O que agora é impossível, pois três de seus componentes não estão mais entre nós.

A banda hoje é formada por Leandro Weingaertner, Sandro Haick, Wilson Teixeira e Netinho, a banda planeja sair em turnê a partir de 2014 com o DVD nas lojas.

Ao longo das cinco décadas de carreira, segundo informou Netinho, o grupo fez três mil shows pelo Brasil e vendeu 15 milhões de discos. Os Incríveis também se aventuraram no exterior, onde realizaram 500 apresentações.

 


Compartilhe:

Comentários: