Kelly conclama barreirenses a lutar por UFOBA

Por meio do seu perfil no Facebook, a deputada Kelly Magalhães se manifestou sobre a notícia divulgada no final da tarde desta terça-feira (26), pelo blog ZDA, de que Barreiras pode perder a sede da Universidade Federal do Oeste (UFOBA), informação esta que teria sido obtida junto à Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC). Confira a íntegra da nota.
 
“Hoje, quando li a notícia sobre a possibilidade de perdermos a sede da UFOBA, para o município de São Desidério por falta de espaço, fiquei estarrecida. Mas, infelizmente o que se avizinha pode concretizar esse fato terrível para Barreiras.
 
É sabido por toda a cidade o interesse do prefeito AH, em leiloar o prédio atual da prefeitura e construir um centro administrativo justo naquelas imediações onde está instalada a Universidade. É sabido também, dos interesses de famílias poderosas em quererem valorizar aqueles terrenos com a construção de empreendimentos imobiliários, o que, de fato, sufoca e impede a expansão da universidade.
 
É preciso que a cidade levante essa bandeira e impeça esse absurdo.É fato cantado e decantado pela administração atual o tal caos deixado pela gestão passada. Portanto, é necessário repensar as prioridades. Será que aquele local é adequado para a construção de um centro administrativo? Já que a prefeitura está revendo os loteamentos autorizados pela gestão passada, não está na hora de rever o Plano Diretor Urbano e adequá-lo à nova realidade da cidade? A quem interessa e quem são os donos das terras que serão valorizadas naquela área com a construção de um centro administrativo? Vamos deixar perder uma sede de uma universidade federal, conseguida com tanto esforço, luta e empenho pra outro município, por que estamos ficando sem espaço? 
 
Essa cidade, que tanto gritou por causa do parque de exposições que funciona uma vez no ano, vai silenciar diante de um absurdo que altera negativamente os destinos de Barreiras e seu povo?
UFOBA EM BARREIRAS! Essa luta é de todos nós!”


Compartilhe:

Comentários: