Kelly Magalhães apresenta moção pelos 25 anos da Unegro

ASCOM

A deputada Kelly Magalhães apresentou, na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), moção de congratulações pelos 25 anos da União de Negros pela Igualdade (Unegro), comemorada no último domingo (14)..

Criada em 1988, ano em que o Brasil preparava a sua Nova Constituição, a Unegro lutou para que fosse introduzida na Carta Magna direitos para todo o povo. Com o processo de intensas mobilizações de vários movimentos sociais, foi proclamada a igualdade formal de direitos e, finalmente, tirou o racismo da condição de contravenção penal e o qualificou como crime inafiançável e imprescritível.

O ano de 1988 também foi marcado pelo centenário da abolição da escravatura e o grande debate que aflorou em todos os movimentos negros e sociais pelo país. “Foi um bom caldo de cultura que propiciou a criação da Unegro, entidade que durante esses 25 anos se firmou no cenário nacional como das mais conscientes, destacadas e bravas no combate ao racismo”, disse Kelly.

A parlamentar destaca que a Unegro, ao lado de outras organizações, nos últimos dez anos, compôs os esforços de elaboração das políticas de igualdade em fase de implantação nos âmbitos federal, estaduais e municipais, dentre outras bandeiras de lutas.

“A Unegro é merecedora de congratulações da Assembleia Legislativa da Bahia, que ainda tem uma minoria de parlamentares negros compondo o seu plenário. Em meu nome e dos demais colegas com assento nesta Casa Legislativa, desejamos que o movimento negro baiano e brasileiro se fortaleça cada vez mais, para propiciar mais avanços e conquistas”, finalizou.

 


Compartilhe:

Comentários: