Logística é tema de fórum na Bahia Farm Show

Canal Rural é veículo oficial da feira que movimenta Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, de 28 de maio a 1º de junho 

O Canal Rural participa da maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte/Nordeste, a Bahia Farm Show 2013, de 28 de maio a 1º de junho, em Luís Eduardo Magalhães. Neste ano, a mostra promete quatro dias de informação e troca de conhecimento. Veículo oficial da feira, a emissora abre a programação de debates com um fórum sobre logística e realiza a cobertura jornalística completa, com reportagens especiais e entradas ao vivo, diretamente do Complexo Bahia Farm Show.

 Um dos destaques da programação, o “Fórum sobre Logística: Realidade e Tendências” tem transmissão ao vivo pelo Canal Rural, na terça, dia 28, das 15h às 17h, no Auditório da Bahia Farm Show, com apresentação do jornalista Irineu Guarnier Filho. A promoção é da emissora com a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).
 

O tema é de extrema relevância para o Oeste da Bahia e para o País. O presidente da Aiba e da Bahia Farm Show, Júlio Cézar Busato, explica que o custo de transporte das commodities da região, para exportação ou consumo interno do País, é alto porque é realizado apenas pelas rodovias, o que encarece muito o valor final do produto. Cita o caso do algodão para ilustrar. A grande produção local precisa percorrer milhares de quilômetros para chegar até o porto de Santos, em São Paulo. A rodovia é o único modal disponível, atualmente, para escoar a produção agrícola do Oeste baiano. “A falta de concorrência encarece o frete. Cerca de 30% do valor das commodities é comprometido com a logística”, diz Busato, que será um dos debatedores do fórum.

 O painel terá quatro palestrantes. O vice-governador da Bahia, Otto Alencar, que também é secretário de Infraestrutura, fala sobre planejamento e realizações no Estado. Na sequência, o especialista em Transporte e Logística, Rafael José Rorato, enfoca os aspectos estruturais dos modais da infraestrutura de transportes do Oeste da Bahia. O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), Reinaldo Sampaio, avalia a logística e o desenvolvimento territorial. A visão do governo federal será apresentada por Jony Marcos do Valle Lopes, assessor para assuntos de rodovias da Empresa de Planejamento e Logística (EPL). Também participa do debate o vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), João Carlos Jacobsen Rodrigues.

 Outro problema que preocupa os agricultores, a lagarta Helicoverpa será tema de um fórum regional no auditório da Bahia Farm Show, no dia 31. Serão abordadas questões como o uso da biotecnologia e ações em prol no manejo da praga, que se propagou pelas plantações de soja, milho e algodão, dizimando plantações e provocando prejuízos estimados em mais de R$ 1,5 bilhão na última safra.

 Expectativa otimista na feira
 
Apesar dos desafios de infraestrutura e das perdas nas lavouras, a Bahia Farm Show 2013 começa com uma previsão otimista. Os organizadores esperam superar o volume de negócios de R$ 595 milhões do ano passado, chegando a algo em torno de R$ 650 milhões nos 190 estandes desta nona edição.

 O município de Luís Eduardo Magalhães, ou simplesmente LEM, tem no agronegócio o motor da sua economia, respondendo por 60% da produção de grãos da Bahia. Favorecidas pelas áreas planas de cerrado e o bom índice pluviométrico da região, as culturas de soja, algodão e milho ganharam impulso nas duas últimas décadas com a chegada de produtores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Hoje, o Oeste baiano é o segunda maior região produtora de algodão do país. Produtividade atribuída ao emprego da tecnificação e a expansão de áreas destinadas a estes cultivos. 

A Bahia Farm Show é uma realização da Associação de Agricultores Irrigantes da Bahia (Aiba), em parceria com a Fundação Bahia, a Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa), a  Associação de Revendedores de Máquinas e Implementos Agrícolas do Oeste da Bahia (Assomiba) e a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.
 
Sobre o Canal Rural

 O Canal Rural é a principal plataforma de comunicação especializada em agronegócio no Brasil. Além da TV segmentada mais assistida pelos tomadores de decisão do setor, segundo pesquisa Ipsos Marplan (2010), a marca engloba portal de notícias, leilões, eventos, aplicativos e educação para o agronegócio. Lançado em 1996, o Canal Rural leva informação e entretenimento aos milhões de produtores espalhados pelo País e aos “produtores de milhões”, que garantem ao setor participação de aproximadamente 25% no PIB brasileiro.

 

Fonte: Canal Rural


Compartilhe:

Comentários: