Museu realiza exposição fotográfica e resgata a história de antepassados

Texto: Ascom/São Desidério

Fotos: Rodney Martins

A Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer por meio do Museu Olavo Pereira dos Santos realizou uma exposição fotográfica que retrata momentos históricos de pessoas, construções antigas e personagens que ajudaram a construir a história de São Desidério. O evento aconteceu durante todo o dia 26 até às 22h na antiga lavanderia, local que fragmenta muitas histórias da antiga lavadeira da cidade, ao lado da Barragem do Rio São Desidério, ponto turístico da sede.

 

Em uma parceria com o comércio local, foram expostos 16 banners com fotografias e legendas de fatos que marcaram a história de São Desidério e quatro painéis doados pelo artista plástico Ignácio Cordeiro. A exposição contou ainda com 26 fotografias de monóculos, 10 fotos expostas no varal e diversos painéis com fotos e jornais históricos. Com entrada gratuita, durante todo o período de exposição a população, professores e alunos das escolas da sede tiveram o privilégio de visitar e conhecer através da fotografia os fatos que compõem a história do antepassado de São Desidério. “A importância de trazer os alunos é fazê-los viver a história local que resultará no aprimoramento cultural. Eu me identifique com a rua que eu cresci, onde atualmente se localiza o museu”. Disse o professor de geografia Georghinton Diego dos Santos.

 

A coordenadora do Museu Olavo Pereira dos Santos, Jackeline Bispo, garante que a cada dois meses o museu realiza ações com o objetivo de expor o seu acervo e também com o intuito de sensibilizar a comunidade quanto à preservação dos bens históricos de São Desidério. O local escolhido para a exposição foi estrategicamente pensado: “A antiga lavanderia é um espaço que guarda muita história desde a década de 1950 quando foi construída a usina hidrelétrica, depois em 1960 com a construção da barragem e na década de 1980 com a lavanderia municipal”. Garante.

 

A estudante Caroline Santana de Souza relata sobre a importância da exposição. “É importante para podermos conhecer melhor a cidade onde vivemos, saber sobre a cultura e os povos que habitam ou habitaram em São Desidério”. Assegura. O estudante Jaciel dos Santos Oliveira fala sobre a fotografia que mais lhe chamou atenção. “A personagem que mais me chamou atenção foi a fotografia de Mãe Chuchuca, parteira que realizou o parto de muitas mulheres do município”. Afirma.


Compartilhe:

Comentários: