“O medo não pode vencer os sonhos”, Por Gervásio Lima

Em 2009 fui convidado pelo meu ex-colega de trabalho e atual prefeito de Morpará, Lelei Novais, para realizar um trabalho de consultoria de comunicação. Mesmo tendo informações de amigos que haviam estados na cidade, confesso ter ficado surpreso ao saber que o lugar que acabava de conhecer in loco, era um município com quase meio século de emancipação política administrativa.

Morpará era literalmente uma cidade muito engraçada, pejorativamente falando. Sem recursos próprios suficientes, dependendo exclusivamente dos repasses estadual e federal, o prefeito Lelei teve muitas dificuldades para administrar. Como sua vontade de transformação sempre foi maior, os problemas não o abateu e, juntamente com sua equipe de trabalho, colocou as contas do município em dia, pagando e negociando débitos que iam desde contas de água, energia e telefone, até convênios com recursos que haviam sido recebidos e não aplicados (a unidade de saúde avançada e a quadra poliesportiva próximas ao estádio e moradias rurais que os digam).

Não fosse algumas poucas pavimentações existentes, construídas com um frágil material a base de cimento e uma praça central, nada fazia lembrar uma cidade de fato. Poucos meses se passaram e as mudanças já eram visíveis. A Prefeitura e as secretarias municipais receberam novas sedes e passaram a funcionar, com equipamentos necessários para o desempenho dos trabalhos, como computadores, central telefônica, mobiliário e materiais de expediente, ao contrário dantes, quando o telefone utilizado pelos servidores municipais era um telefone público, orelhão, instalado na frente da antiga Prefeitura.

E os descasos não paravam por aí; mesmo sendo lei, nem todos os servidores ou contratados recebiam o salário mínimo e apenas uma pequena minoria, comprovadamente fiel ao grupo que estava no poder, podiam trabalhar ou prestar serviço para o município. O medo e a perseguição teve fim. A democracia prevaleceu e Morpará passou a ser de todos os morparaenses, uma terra realmente de sonhos reais.

A partir do alinhamento político entre município e Estado (Bahia e Brasil), o governo do prefeito Lelei conseguiu levar para a população importantes conquistas como construções das primeiras quadras poliesportivas públicas para sede e interior, postos de saúde da família, Samu 192 (com construção da base apoio construída com recursos próprios), mais de 20 mil metros de pavimentações, a creche Pró-Infância, no valor de mais de 1 milhão e duzentos mil reais, a ponte sobre o Rio Paramirim, na BA 160, que custará mais de 12 milhões de reais, o asfaltamento que ligará o Porto da Balsa até o centro da cidade num percurso de mais de 7 quilômetros, a perfuração de mais de 25 poços artesianos, as construções de sistemas simplificados de abastecimento de água na zona rural, a aquisição de veículos e ônibus para transporte escolar e outros, ambulâncias, duas retroescavadeiras e uma patrol, a construção do Telecentro, implantação de Biblioteca Pública, reformas de escolas e colégios municipais.

Em menos de quatro anos, a pacata Morpará deu um verdadeiro salto para o desenvolvimento. A cidade que não possuía o mínimo de infraestrutura possível, em todos os aspectos, recebe equipamentos já mais imaginados por uma população que até então não era valorizada e tinha seus direitos garantidos.

O resgate da dignidade, dos valores cidadão, é facilmente percebido pela maneira lícita, responsável e sensata de uma administração focada na reconstrução de uma cidade cinquentenária, mas com características de povoado rural.

A vaidade política não será maior que a verdade. Não será a mentira ou o dinheiro que irá mudar a vontade e a necessidade do desenvolvimento do povo morparaense, que antes era humilhado e hoje é exaltado, reconhecido e respeitado, através de ações voltadas única e exclusivamente para o seu bem-estar.

Espero que os que venceram o sonho não preguem o medo, que continuem o trabalho que recuperou a autoestima da população e façam um governo de todos e para todos, sem distinção.

Desejo boa sorte para a nova administração, que o trabalho de reconstrução de Morpará não pare, pois seu povo não merece voltar ao ostracismo.

Para o prefeito Lelei, quero externar minha admiração por sua postura competente, honesta e guerreira. Assim como muitos baianos, eu também me orgulho em ter lhe conhecido e ser seu amigo. Você é sem dúvida um dos grandes nomes políticos da Bahia, sendo inclusive referência para diversos administradores municipais. Os morparaenses com certeza lhe agradecem por tudo que tem feito por sua Terra e pelos seus sonhos.

A luta continua!

Gervásio Lima

Jornalista e historiador

Fonte: ZDA


Compartilhe:

Comentários: