Prefeitura de Brejolândia promoveu a 5ª Conferência de Assistência Social

Texto e fotos: Jayme Modesto – modesto@jornalgazetadooeste.com.br

Com o tema “Gestão e o Financiamento na Efetivação do SUAS”, a prefeitura de Brejolândia promoveu no dia 07 de agosto, a 5ª Conferência Municipal de Assistência Social. O evento foi realizado no espaço do Centro de Múltiplo Uso, na sede do município. Assistentes sociais da prefeitura, gestores, funcionários do Sistema Único de Assistência Social – SUAS e do Sistema Único de Saúde – SUS, cidadãos que utilizam os serviços sociais e representantes dos Conselhos Municipais participaram da discussão. O objetivo foi avaliar os avanços dos últimos dois anos e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do SUAS.

Além da escolha das propostas elencadas para a assistência social do município, foram eleitos os delegados municipais para a Conferência estadual em Salvador, em data e local a serem definidos.

Por motivos de força maior, o prefeito Gilmar Ribeiro (Mazim), não pôde estar presente e foi representado pelo secretário de gabinete Adailton Alves de Castro, que fez questão de valorizar o trabalho dos assistentes sociais e do Conselho Municipal de Assistência Social, já que lidam diretamente com quem mais demanda atenção do trabalho social. Para ele é muito importante que tenham voz ativa na discussão das políticas públicas, cujo caráter deve ser preventivo e solidário. “Não dá para falar de assistência social só para quem precisa, mas também para aqueles que um dia irão precisar”, destacou o secretário.

A técnica de apoio a gestão, Mineudes Silva Evangelista destacou os avanços e a importância do trabalho de assistência social no município. “A população precisa ser valorizada, é fundamental que o poder público promova as condições básicas para as pessoas viverem em condições dignas, por isso estamos garantindo a execução dos programas assistenciais e incentivando os grupos de convivências”.

Para a secretária de assistência social, Queila Costa, a conferência é muito importante, já que permite a vários agentes sociais a avaliação dos avanços nos anos anteriores. “Estamos conferindo aquilo que foi realizado nos últimos dois anos e planejando as ações para o próximo biênio”, afirmou.

Também prestigiou o evento o presidente da Comissão Municipal de Assistência Social, Ambrósio Domingos dos Santos, que falou  da importância da conferência para melhorar o atendimento a  camada mais desprotegida da população. 

As palestras foram ministradas pelas psicólogas, Mariana Silva Nereu, Thainá Passos Cavalcante e pela assistente social Naiara Miranda Amaral Rocha.

O SUAS é um sistema público que organiza, de forma descentralizada, os serviços socioassistenciais no Brasil. Com um modelo de gestão participativa, articula os esforços e recursos dos três níveis de governo para a execução e o financiamento da (PNAS) Política Nacional de Assistência Social, com envolvimento direto das estruturas e marcos regulatórios nacionais, estaduais e municipais.


Compartilhe:

Comentários: