Prefeitura de Riachão das Neves apoia agricultores familiares na produção de alho-semente livre de vírus

DSC00228texto

Pedro Nunes

A produção de plantas livres de vírus foi sem dúvida, um grande avanço tecnológico para a cultura do alho, propiciando a redução dos efeitos da degenerescência causada pela infecção viral. Entretanto, o aproveitamento de todo potencial desta tecnologia pelos produtores exigiu a elaboração de um programa de manutenção de qualidade do alho-semente adequado à realidade das propriedades rurais brasileiras.

Segundo o prefeito Hamilton Lima, não basta apenas distribuir sementes livres de vírus para os agricultores, é preciso garantir o acesso de forma intensa e independente a um estoque permanente de alho-semente livre de vírus que pode ser mantido em suas propriedades rurais.

Pensando nisso, a EMBRAPA Hortaliças, EBDA e Secretaria de Agricultura de Riachão das Neves, montaram um telado para produzir alho-semente livre de vírus no lote do Sr. Miguel Souza Neto, no Assentamento Rio Branco, bem como a distribuição de 06 kg de sementes certificadas e insumos para a boa condução da produção com a finalidade de atender aos pequenos agricultores no município.

O telado é construído com tela antiafídeos, que evita a entrada de pragas, especialmente dos vetores de vírus, permitindo que o produtor mantenha indefinidamente a qualidade do alho-semente.

De acordo com o secretário de Agricultura, Junior Nunes, a produção de alho-semente livre de vírus é um novo horizonte para a atividade hortícola do município.  “Agradeço aos técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura que se dedicaram diuturnamente para a implantação desse novo modelo de produção de sementes e ao Sr. Miguel Souza Neto que é o principal articulador e defensor da cultura no município,” finalizou o secretário.


Compartilhe:

Comentários: