Prefeitura realiza Capacitação de Dengue para todos profissionais da rede municipal de Saúde

Ascom

???????????????????????????????

A prefeitura de Luís Eduardo Magalhães através da Secretária de Saúde (SEMS) e Diretoria de Vigilância em Saúde (VISA) realizou na tarde desta segunda-feira, 19, no auditório da Câmara Municipal de Vereadores, uma capacitação de Dengue para todos profissionais médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde e agentes de combates as endemias.

De acordo com Franciele Honda, gerente da Vigilância Epidemiológica é preciso reforçar o hábito de notificar os casos suspeitos da doença. “É através da notificação que conseguimos criar dados para estatísticas e principalmente construir um ponto de ligação entre os técnicos e o local do foco”, explica. Para se ter uma ideia, no comparativo entre os primeiros meses de 2014 e 2013, Luís Eduardo Magalhães obteve uma redução de 84% no número de casos de dengue em relação, segundo dados do Sistema Nacional de Agravos e Notificação (SINAN).

Outro ponto importante é que os profissionais fiquem atentos aos pacientes já diagnosticados com dengue. “É do terceiro ao sétimo dia, quando o paciente está começando a melhorar, que devemos tomar mais cuidado, sendo que nesse período a dengue pode se agravar” observa o médico regulador do município, Thiago Maia.

???????????????????????????????

Thiago destacou ainda alguns cuidados especiais que os pacientes em estado grave precisam ter. “A Dengue atualmente é classificada em quatro tipos A,B,C e D, sendo os dois últimos os que apresentam mais risco de vida ao paciente”, resume.

A capacitação serviu ainda para orientar os profissionais do município quanto o preenchimento adequado e as atualizações nos materiais fornecidos periodicamente pelo Ministério da Saúde. De acordo com a enfermeira, Sueli Kuroda, a intenção é que saibamos conduzir melhor os casos de Dengue. “A prefeitura montou um Ecoponto para depósito dos pneus inservíveis. Recolhemos 4.218 pneus, todos foram tratados com larvicida, armazenados e enviados para a cidade de Feira de Santana, no seu destino final”, finalizou.


Compartilhe:

Comentários: