São Desidério, terra do desenvolvimento e encantos naturais

Texto: Cheilla Gobi cheilla@jornalgazetadooeste.com.br

Fotos: Departamento Turismo

São Desidério no Oeste da Bahia, distante 860 km de Salvador é o maior produtor de algodão do Brasil. No ranking nacional, o município detém o título de maior produtor de algodão pelo quinto ano consecutivo, lidera a produção de grãos do norte/nordeste brasileiro. É considerado o segundo maior município do estado em extensão territorial, com cerca de três mil quilômetros de estradas vicinais, que devem estar sempre em boas condições de trafegabilidade para viabilizar não só o escoamento da produção agrícola, mas também o transporte escolar com segurança e conforto. Mas, o município se destaca ainda pelos encantos e belezas, atrativos estes, indescritíveis aos olhos de quem conhecem. São Desidério desponta no cenário nacional como um novo e promissor roteiro turístico. Pessoas de vários lugares do Brasil e até mesmo de outros países visitam os atrativos turísticos locais, um lugar para quem gosta de contato direto com a natureza.

O município detém um potencial turístico que se configura em 146 grutas catalogadas entre elas, o Buraco do Inferno com 4 km de extensão e uma depressão de cerca de 60 metros e 300 de diâmetro, nove sítios arqueológicos, cavernas com inscrições e pinturas rupestres. O maior lago subterrâneo do Brasil, denominado Lago do Cruzeiro, que possui uma das maiores bacias hidrográficas do nordeste rica em biodiversidade com 24 rios perenes, entre estes, a nascente do Rio Grande, o principal afluente da margem esquerda do Rio São Francisco. Cachoeiras e lagos, paredões rochosos com até 40 metros de altura favoráveis a prática de rapel e tirolesa, trilhas ecológicas e fenômenos naturais, como o do Sumidouro, onde se forma uma espécie de piscina natural na qual a água sobe e desce num ritmo marcado pela própria natureza, denominado sifão.

Os visitantes podem encontrar cenários inesquecíveis como o Parque Municipal da Lagoa Azul, Lagoa Azul, Gruta do Catão, Gruta do Buraco do Inferno, Grutas das Pedras Brilhantes, Sumidouro, Paredão do Deus Me Livre, Sítio Grande, Morrão, além dos Rios. Cada um deste com suas belezas e suas infinitas particularidades. Grutas, rios, cachoeiras, lagos, paredões, corredeiras, trilhas e grutas que formam um paraíso para os amantes de esportes radicais que buscam uma superdose de adrenalina e interação com a fauna e a flora do Oeste baiano.

O Centro de informação turística foi criado no município no ano de 2010 e é composto por um Departamento turístico, restaurante e lanchonete. Na parte externa duas agências operadoras de turismo, além de um Centro de Artes, um espaço reservado para apresentar e comercializar o artesanato do capim dourado e da palha do buriti, produzidos por moradores das comunidades de Ponte de Mateus e Ilha do Vitor.

A inauguração do receptivo do Parque Municipal foi no dia 21 de dezembro de 2011, onde se localiza a Gruta do Catão e Lago Azul. A entrada só é permitida através de guias.

De acordo com o Diretor do Departamento de Turismo de São Desidério, Silvio Reis, o Parque Municipal é o atrativo que mais recebe visitantes, só ano de 2012 foram quase nove mil. Além de pessoas de todo o Brasil, São Desidério tem recebido turistas da Colômbia, Alemanha, Áustria, Holanda, Japão, Estados Unidos, pessoas que tomam conhecimento dos encantos naturais e acabam chegando para conhecer esse pedaço do Brasil. Silvio disse ainda que o município foi a 1ª cidade do Oeste e a 3ª do estado da Bahia   a ter  seu  inventário turístico concluído e aprovado pelo o Ministério do Turismo, em 2012. “O turismo tem desenvolvido de uma forma satisfatória. Começou de forma tímida, mas com o passar dos anos realmente vem tomando grandes proporções”, afirmou Silvio.

Para o diretor, o turismo é a melhor maneira para se divulgar uma cidade. “O turismo que a gente desenvolve aqui é o ecológico, um dos segmentos que mais cresce no mundo, enquanto o turismo convencional cresce 7,5% o ecológico cresce em torno de 25% ao ano. De cada dez turistas no mundo eles tem como demanda o ecológico e dentro deste contexto São Desiderio está muito bem, devido o seu potencial turístico e isso só faz com que cresça a nossa responsabilidade em cuidar dos atrativos, criar estruturas para recebermos pessoas que nos procuram”.

De acordo com o prefeito de São Desidério, Demir Barbosa, as áreas turísticas é uma das preocupações da atual administração, principalmente pelo difícil acesso em algumas localidades. “Estamos atentados com as áreas turísticas do município. Temos acesso ainda difícil em algumas localidades, a exemplo a Gruta do Catão devido a falta de estrada, pois a obra foi interrompida, mas estamos lutando para a retomada da mesma que é de grande importância para todo o complexo turístico”.

Já a estrada que dá acesso ao Morrão será feito o asfalto (da BR 135 até o povoado), um investimento de quase cinco milhões, uma obra de oito quilômetros, com recursos próprios do município. “A nossa preocupação é dar acesso seguro a população e também aos visitantes. Sabemos que os turistas que vem de outros países são exigentes, portanto estaremos garantindo a acessibilidade e condutores capacitados”, afirmou Demir.

 O município e o desenvolvimento

Uma questão que sempre está em pauta em qualquer governo são as estratégias de desenvolvimento econômico. Segundo o prefeito, a atração de indústrias impulsiona a economia do município. Segundo Demir, futuramente São Desidério irá receber uma indústria de asfalto, empresa que irá gerar emprego e renda. Disse ainda que em breve será inaugurada no distrito de Roda Velha, a Produtiva Sementes, que irá gerar 50 empregos diretos, mais de cem indiretos. Há expectativa também em atrair uma esmagadora de Soja e um Parque Industrial através de parcerias.

“Estamos buscando atrair mais empresas, já temos aqui as mineradoras, hidrelétricas, postos de gasolina, empresas que já movimentam a nossa economia, sem falar que todo esse apoio logístico na região produtora, dá condições das pessoas virem produzir em nosso município. Vale ressaltar que temos ainda mais de meio milhão de equitares para ser explorado”, garantiu o prefeito.

Desenvolvimento Sustentável

O conceito de Desenvolvimento Sustentável para os municípios propõe a implementação de políticas, planos, programas e ações que promovam a qualidade de vida e o desenvolvimento social e econômico de forma mais equitativa, desenvolvendo esforços para reduzir o problema do lixo, da poluição desenvolver tecnologias habitacionais sustentáveis. Pensando nisso, a atual gestão já desenvolveu o plano de gerenciamento de resíduos sólidos. De acordo com o prefeito, em Roda Velha, já foi implantada a coleta seletiva do lixo, 100% funcionando. Com isso, são retiradas em média seis toneladas de lixo mês, que antes era destinado para o lixão, e que agora o lixão recebe apenas o orgânico.

A luta agora é para implantação do sistema de esgotamento sanitário do município, aterros sanitários adequados. “Este ano iremos implantar a coleta seletiva do lixo na sede do município. Pretendemos diminuir a poluição, a quantidade de lixo lançada no solo até por que até 2014 todos os municípios são obrigados a terem os aterros sanitários prontos, plano de manejo. Vamos trabalhar juntamente com a secretaria de meio ambiente dando todo suporte”, disse o prefeito.

Educação

O avanço é cada vez maior na área da educação. Segundo o prefeito, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é crescente, ou seja, qualidade da educação a partir da observação da progressão ao longo dos anos e o desenvolvimento dos alunos. O governo procura sempre ampliar os serviços com melhorias nas escolas, no transporte e merenda escolar, acompanhamento com pais e alunos.

Saúde

Hoje o município de São Desidério dispõe de um hospital que é referência na região oeste (Hospital Nossa Senhora aparecida). “Posso dizer que depois de Barreiras com o Hospital do Oeste – HO, São Desiderio é o único município que tem um hospital que também é referência, realizando um grande número de procedimentos e com recursos próprios. Temos diversas especialidades, plantonistas 24 horas, temos atenção básica espalhada em todo o município com 16 postos de saúde, mais uma unidade móvel, 100% de Atenção Básica”, afirmou Demir.

Infraestrutura

O trabalho na melhoria das estradas vicinais não para. Não só na reforma, mas também na construção de novas estradas. Conforme o prefeito, atualmente a prefeitura está trabalhando em 90 quilômetros de estradas vicinais em Roda Velha construindo mais três novas estradas. E ainda a construção do asfalto que liga a BR 135 ao Morrão, tudo com recursos próprios do município. “Estamos dando manutenção em todas as nossas estradas para facilitar o acesso de todos. Precisamos de estradas em boas condições”.

Para o Distrito de Roda Velha o projeto é audacioso de milhões de reais, conforme o prefeito (sistema de esgotamento sanitário, galerias de águas pluviais, calçadas, sarjetas e meio fio, asfalto).

Na sede do município o prefeito visa projetos que irão aprimorar a qualidade de vida da população. “Primeiro estamos pensando no sistema de esgotamento para posteriormente falarmos do asfalto, e com certeza são obras que irão melhorar a qualidade de vida da nossa população”, enfatizou Demir.

Município sem dívidas

Enquanto a maioria dos prefeitos baianos que tomaram posse no dia 1º de janeiro se depararam com um cenário de “ruinas” nas prefeituras, se queixando de caixa vazio, patrimônio sucateado e pendências financeiras deixadas pelos antecessores, tendo que recorrer a ajuda estadual e federal, o município de São Desiderio se mostrou equilibrado.

Em entrevista a equipe de reportagem do Jornal Gazeta do Oeste, o prefeito garantiu que São Desidério não tem dívida nenhuma. “O município não deve se quer um real. Não temos nenhuma dívida, estamos em dia e não somos o município que mais arrecada, arrecadamos o mesmo que Correntina, quase o mesmo que Formosa. Barreiras arrecada três vezes mais, assim como Luís Eduardo, na verdade nós temos um município bem administrado, que tem trabalhado para cuidar realmente das pessoas, das finanças, da administração de forma respeitosa e que hoje é exemplo não só no oeste, mas em todo o Brasil,” afirmou.

Com relação a folha de pagamento, enquanto muitos municípios estão ultrapassados ou no limite, São Desidério está com 43%.

Para Demir Barbosa, administrar um município que se destaca nacionalmente como maior produtor de algodão do Brasil, não deixa de ser uma tarefa difícil. Realmente pesa sobre os ombros do gestor, mas estamos cumprindo com nossas responsabilidades. Sou muito feliz em poder administrar o município de São Desidério, nosso governo tem o objetivo de dar melhores condições de vida ao nosso povo, na saúde, educação, infraestrutura e segurança”, concluiu o prefeito Demir.

 


Compartilhe:

Comentários: