Secretarias de Saúde e Assistência Social recolhem idoso em extrema situação de risco e vulnerabilidade

ASCOM

Um idoso pelo prenome Domingos, que vivia às margens da BR -020, no distrito de Roda Velha, a 130 km da sede, foi recolhido através da intervenção das secretarias de Assistência Social e Saúde por meio das profissionais do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, Vandréia Mendes e do Centro de Referência de Assistência Social – CREAS, Fredinara Leal.

Segundo a psicóloga, Vandréia Mendes, o idoso foi encontrado em situação de extrema precarização das condições salutares à sobrevivência e precária higienização corporal. “Notamos então a extrema necessidade de institucionalização, haja visto as condições precárias de violação de direitos em que estava submetido, sendo que ele desconhece a sua composição familiar”, relatou.

Ainda de acordo com as profissionais o senhor Domingos, com ajuda da equipe multidisciplinar da Unidade de Saúde Familiar daquele distrito, da Polícia Militar, dos vereadores, Devanir Rodrigues e Sebastião Teixeira e da sociedade, foi encaminhado para uma completa higienização, para em seguida ser conduzido a USF para avaliação clínica, no qual foi diagnosticado portador de hipertensão arterial, sendo medicado posteriormente.

Após discussões sobre o destino do idoso, ficou decidido a sua inserção no Centro de Convivência do Idoso, localizado na sede municipal, sendo recebido de forma humanizada pelos funcionários da instituição. “Ele desconhece a sua origem, não sabe do sobrenome, nem tampouco sobre a sua família, mas permanecerá neste lar, para poder conviver com outras pessoas e ter os seus direitos validados”, ressalta a psicóloga Fredinara.


Compartilhe:

Comentários: