VI Caminhada Pela Paz reúne multidão em Barreiras

Ato foi um protesto contra a criminalidade que assombra a cidade. Documento será entregue ao governo do estado cobrando investimentos

IMG_3763

Cerca de quatro mil pessoas participaram do ato FOTOS/Cheilla Gobi

                                                                                                                     

Cheilla Gobi

O Centro de Barreiras parou na tarde desta terça-feira (16/06) para dar passagem a uma grande caminhada pela paz. De acordo com a Polícia Militar, cerca de quatro mil pessoas participaram do ato, de iniciativa do movimento, Comissão Voluntária Pela Segurança e Paz em Barreiras (CVSPB), criado em 2006 e composta por mais de 40 representações da sociedade civil organizada.

O evento que teve como objetivo chamar a atenção para os números da violência no município e, mobilizar toda a população para ações de enfrentamento reuniu representantes dos mais diversos segmentos sociais e religiosos, além de autoridades dos poderes legislativo e executivo que clamaram pela paz. Segundo dados da Polícia Militar, no ano de 2014 foram 56 assassinatos. De janeiro a maio deste ano, 37 homicídios já aconteceram na cidade, um número 48% maior do que no mesmo período do ano passado.

A 6ª edição da caminhada partiu da Câmara de Vereadores, percorrendo pela Avenida Cleriston Andrade, com destino à Praça Castro Alves. Numa alusão à necessidade de paz, os participantes se vestiram de branco, camisetas personalizadas, usaram faixas e cartazes. Formando uma grande corrente, a multidão pôde ao final, junto com autoridades eclesiásticas, fazer um momento de oração. A Polícia Militar fez a segurança e a interdição das ruas durante a manifestação pacífica.

O presidente da CVSPB, Gill Arêas agradeceu a colaboração de todos para a realização da caminhada e ressaltou a importância do ato. “Barreiras mais uma vez mostra o quanto é importante uma sociedade se organizar, persistir em seus objetivos, só assim iremos conseguir uma sociedade melhor e mais justa. Já são nove anos de luta da sociedade barreirense junto com a Comissão em busca de um futuro melhor”, frisou Arêas.

Pauta de reivindicações

Nestes nove anos, a Comissão Voluntária Pela Segurança e Paz em Barreiras vem mantendo o diálogo com o governo estadual e federal buscando resolver algumas das necessidades sócio estruturais. Entre as principais reivindicações abraçadas durante este período foram: Segurança Pública; contorno viário de Barreiras, aeroporto regional e a construção do presídio.

Vencidas algumas metas anteriores, persistem hoje com o presídio – construído, mas ainda sem previsão para inauguração, a ampliação do aeroporto e Segurança Pública. Como novos eixos de atuação, a sociedade barreirense reivindica a fundação de casas de passagens, uma unidade de semiliberdade para ressocialização e internação de menores infratores, implantação de políticas públicas para a juventude – objetivando a inclusão social e a prevenção ao crime e ao uso de drogas, dentre outras demandas. A carta de reivindicações será encaminhada para o governo do estado.

IMG_3597

IMG_3599

IMG_3604


Compartilhe:

Comentários: