Zona rural de Barreiras predomina debate dos vereadores

camra-71
Ascom – Câmara Municipal de Barreiras

Na sessão do dia 23 de setembro as questões envolvendo as comunidades da zona rural predominaram os debates dos vereadores, que trataram de problemas como: falta de água tratada, dificuldades no transporte escolar, falta de atenção ao produtor e dificuldades no atendimento da saúde.

Para Karlúcia Macêdo (PMDB), os problemas de abastecimento de água na zona rural, a precariedade do transporte escolar, são frutos da falta de gestão e planejamento da prefeitura, que se agrava com a péssima parceria entre prefeitura e governo do Estado que só trás prejuízo ao povo de Barreiras.

O vereador Alcione Rodrigues (PHS), subiu à tribuna para denunciar a má prestação de serviço de abastecimento de água por parte da Embasa, também na zona rural, que tem penalizado nos últimos cinco dias as comunidades de Riachinho, Nanica e Projeto Barreiras Norte. O camarista parabenizou o presidente Tito por sua longa trajetória de luta em favor do povo de Barreiras contra os desmandos da Embasa, que historicamente tem sido a algoz do povo barreirense.

Otoniel Teixeira (PC do B) denunciou ainda a precariedade do atendimento médico via unidade móvel na zona rural. Lendo ofício enviado pela superintendência da Caixa Econômica Federal, o vereador demostrou que não há em andamento qualquer convênio que indique o aporte de recurso para intervenções de obras no Loteamento São Paulo, ao contrário do que já foi anunciado.

O vereador Gilson Rodrigues (PROS), questionou a falta de água tratada no Barrocão, a demora na conclusão da quadra poliesportiva do Colégio Tarcilo Vieira de Melo e a necessidade de recapeamento da rua da escola.

Ao encerrar os trabalhos, o presidente Tito, informou que a Câmara receberá nesta quarta-feira na Tribuna Popular o Comandante do 10º BPM/BA, Major PM Camilo Uzêda, que tratará das ações da Polícia Militar em Barreiras e das mudanças organizacionais para o Batalhão que comanda.


Compartilhe:

Comentários: