Ação de fiscalização do Procon-RJ termina com ônibus apreendidos

Ao todo, 30 coletivos foram impedidos de circular.
Somente no Rio, 21 veículos foram lacrados.

A nova operação do Procon-RJ para fiscalizar irregularidades em ônibus no Rio e em São Gonçalo, na Região Metropolitana terminou com 30 ônibus apreendidos. Por volta de 7h30, os fiscais chegaram a lacrar 38 ônibus, mas o problema de oito deles, da viação Braso Lisboa, em Inhaúma, foi sanado.

A operação foi motivada pela série de acidentes e irregularidades envolvendo ônibus no Rio. O objetivo é vistoriar o estado de conservação dos coletivos, além das documentações dos veículos e dos motoristas.

Aém da empresa Braso Lisboa, em Inhaúma, que teve 14 ônibus lacrados, a viação Transurb, no Engenho de Dentro teve 10 coletivos apreendidos, enquanto a Viação Verdun, em Piedade, teve cinco veículos impedidos de circular.

Em São Gonçalo, cinco coletivos da Rio Ita foram apreendidos pelos agentes e outros quatro da Galo Branco foram encontrados com irregularidades pelos fiscais. 

Os agentes fiscalizaram as empresas Jabour, em Campo Grande, na Zona Oeste, Transportes Vila Isabel e Estrela Azul, em Vila Isabel, Zona Norte e Paranapuan, na Ilha do Governador.

As empresas podem receber multas de R$ 480 e R$ 7,2 milhões. Os veículos vistoriados que não apresentam condições adequadas para o tráfego permanecerão fora das ruas até que sejam regularizados. A operação contou com o apoio da Polícia Militar.

Na sexta-feira (10),  quatro grandes empresas de ônibus foram autuadas e 22 coletivos que apresentaram irregularidades foram lacrados.

Fonte: G1

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: