Aos 30 anos, 1º bebê de proveta do Brasil diz não ter pressa para ter filhos

Anna Paula nasceu de uma fertilização in vitro, em outubro de 1984.
Jovem é formada em nutrição e faz aniversário nesta terça-feira (7).

Anna Paula Caldeira ao lado da mãe, Ilsa Caldeira  (Foto: Adriana Justi / G1)

Aos 30 anos, o primeiro bebê de proveta nascido na América Latina Anna Paula Caldeira fala sobre filhos e sobre o cotidiano. “As pessoas ainda têm muita curiosidade para saber como eu nasci e como eu vivo, se eu me sinto diferente dos outros (…). Eu sempre digo que sou uma pessoa normal, mas entendo a curiosidade das pessoas, afinal, o meu nascimento sempre foi lembrado pela mídia em geral como um fato curioso e diferente”, conta. Anna Paula é formada em nutrição e completa 30 anos nesta terça-feira (7). A jovem  mora com a família em Curitiba e, além da rotina do trabalho, que é de seis horas diárias, ela divide o tempo entre aulas de ioga e academia. Aos fins de semana, ela conta que gosta de viajar para a praia e passa boa parte do tempo com os sobrinhos.

O aniversário será comemorado junto com a família e com os amigos. “São pessoas especiais que fazem a diferença na minha vida. Então, tenho certeza que será uma data especial, aliás, como todas as outras”. A jovem nasceu em 1984, seis anos depois de Louise Joy Brown, primeiro bebê de proveta no mundo.

A operação de fertilização da mãe, Ilza Caldeira, foi realizada por Milton Nakamura, médico falecido em 1997. “Junto com minha mãe, outras cinco mulheres também tentaram ter filhos mas não conseguiram”, disse Anna. “Desde então, já conversei e tirei muitas dúvidas de mães que querem engravidar por métodos considerados normais, mas não conseguem. Acho que ajudamos muito para que novas famílias se formassem”, conta Ilsa.

Anna Paula Caldeira nasceu em 1984 (Foto: Arquivo pessoal)

Apesar de comentar sobre a possibilidade de ter filhos, Anna relatou que não tem pressa para que isso aconteça. “Como eu tenho nove sobrinhos, virei titia literalmente”, brinca. “Eu quero ser mãe, lógico, mas acho que ainda não é a hora. Se precisar, farei a fertilização in vitro normalmente”, disse. Anna Paula também falou em casamento, mas adiantou que também não há um planejamento.

A jovem se formou em nutrição em 2005. Apesar da proximidade com a área da saúde, ela diz que não tem curiosidade em acompanhar casos semelhantes ao dela. “Só quando é algo que chama muito a atenção”, explica.

Ainda sobre o processo de fertilização in vitro e sobre a história do nascimento de Anna, Ilsa também comentou de planos futuros. “Eu penso em escrever um livro sobre tudo isso. Nós temos muita história para contar. Acho que pode ser muito bacana”. Porém, Ilsa disse que ainda não conseguiu pensar em como começar.

“Eu tenho relação de carinho muito estreita com todos os meus filhos. Mas a Anna, por ser a mais nova, acabou ficando a raspinha do tacho. É uma convivência muito gostosa, desde pequenininha. Nós estamos sempre juntas dividinho sonhos e dividindo a vida”, declarou. Atualmente Ilsa tem seis filhos e nove netos.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: