Após assalto, moradores dizem que falta dinheiro em Baianópolis (BA)

Único banco da cidade, no oeste da BA, foi assaltado no dia 4 de fevereiro.
Funcionários foram afastados por licença médica após o crime. 

Os moradores de Baianópolis, na região oeste da Bahia, enfrentam dificuldades para sacar dinheiro desde que a agência do Banco do Brasil, única da cidade, foi assaltado no dia 4 de fevereiro.

A superintendência banco, em Barreiras, informou que ainda não há previsão para que os funcionários que sofreram o trauma do assalto voltem ao trabalho. “A gente, por enquanto, está aguardando retorno dos funcionários que estão afastados por licença médica. Mas a gente ainda não tem corretamente procedimento e data”, afirma José Carlos da Silva.

Com isso, o banco está sem dinheiro disponível nos caixas. As alternativas para os clientes são sacar dinheiro no banco postal dos Correios ou na lotérica.

Enquanto o problema não é resolvido, os moradores reltam os transtornos para conseguir dinheiro. “Eu precisava pagar uma conta, sacar dinheiro, e acabei não conseguindo fazer esse pagamento por causa de falta de dinheiro na cidade”, afirma o professor Ivan José.O aposentado Aron Stenzel diz que não conseguiu o pagamento do benefício. “Esse mês até agora não recebi. Cheguei no banco, não tinha dinheiro. Me mandaram no correio (sic)., não tem dinheiro. E aí, como é que os aposentados vão viver? “, questiona.

Com pouco dinheiro circulando, o comércio teve queda nas vendas, segundo informam os comerciantes. “As vendas despencaram em média de 80%. As vendas que estão saindo aqui só mesmo no crediário”, afirma Elizete Palmeira, dona de uma loja na cidade.

Alguns moradores são obrigados a enfrentar uma viagem de 120 km, ida e volta, até Barreiras.

O dono da lotérica do de Baianópolis afirma que é obrigado a negar atendimento por causa do problema. “Não tem dinheiro. Tem que esperar o comerciante pagar um boleto, alguma coisa assim. A minha preocupação maior é o Bolsa Família porque são pessoas carentes, que vêm da zona rural e têm aquele dinheiro para sobreviver mesmo”, relata Pedro Mann.

Crime
Dois homens suspeitos de participar do assalto ao Banco do Brasil da cidade de Baianópolisforam mortos em confronto com a polícia na madrugada do dia 5 de fevereiro. De acordo com o major Uzeda, comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar (BPM-Barreiras), a troca de tiros começou no distrito de São Manoel, nas proximidades da cidade de Santa Maria da Vitória

De acordo com a PM, cerca de dez homens armados assaltaram a agência na manhã de segunda-feira (4). Na fuga, eles fizeram um cordão de isolamento humano e deixaram o local com reféns, que foram liberados no mesmo dia. Ninguém ficou ferido.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: