Aumenta média da idade para ter o primeiro filho em Portugal

Informação faz parte do novo retrato das mães lusitanas, com base no censo populacional de 2011

Em dez anos, a idade média das mulheres em Portugal para ter o primeiro filho passou de 26,8 anos para 29,2 anos, Também chegou a 36% o percentual de famílias chefiadas por mulheres – fenômenos ligados à participação no mercado de trabalho e ao aumento da escolarização, como também acontece no Brasil.

A informação faz parte do novo retrato das mães lusitanas, com base no censo populacional de 2011. O levantamento foi feito pelo, Instituto Nacional de Estatística (INE), equivalente ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), especialmente para o Dia das Mães, que em Portugal se comemora no primeiro domingo de maio.

Em março de 2011 (data do censo), 2,014 mães viviam com os filhos em Portugal a idade média era 45,6 anos. Na sua maioria, as mães são casadas (primeira ou segunda união) e cada casal tem em média 1,5 filho – taxa de reposição demográfica inferior à do Brasil (1,9), que explica o baixo crescimento populacional de Portugal na última década e a relativa importância da imigração de brasileiros para o país.

Dados também compilados pelo INE para a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) mostram que Portugal e Brasil são os países que falam português com menores taxas de natalidade e fecundidade.

No ranking divulgado esta semana pela organização não governamental norte-americana Save the Children, Portugal aparece como o 13º melhor país do mundo para ter filhos, o Brasil ocupa o 78º lugar. O ranking se baseia em um “índice de maternidade” calculado a partir da expectativa dos anos de escolaridade das crianças quando nascidas, mortalidade infantil (até 5 anos), mortalidade das mulheres no parto, participação das mulheres na política e renda per capita nacional.

Fonte: Correio da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: