Baianos estão aderindo à “magrela”

Se você pretende unir o útil ao saudável, vá de bike. Assim, você vai estar aderindo  à nova febre entre os brasileiros enfurnados nas metrópoles: virar ciclista urbano. O fenômeno ganhou fôlego na última década. Aqui em Salvador, foi inaugurada ontem mais um trecho de ciclofaixa de lazer do Parque da Cidade até a Orla. Agora, o interessado em pedalar pode usar a magrela a partir do Parque da Cidade, até a Pituba, ou então até Patamares. Ontem, no primeiro dia de funcionamento, muita gente esteve interessada em dar pedaladas. O pagamento para ter direito a usar as bikes é de R$10 para um ano inteirinho.

“Pedalar faz bem à saúde,” disse o engenheiro Fernando Meireles. “Além disso, -comentou- me faz voltar ao passado. Quem não se lembra da sua primeira magrela? Ah! que saudade da infância… Andar de bicicleta já foi uma das brincadeiras preferidas das crianças e, hoje,  é uma das atividades de lazer mais praticadas pelos adultos” disse o engenheiro, que pegou a bike e saiu em direção à Pituba. Estou aproveitando o meu domingo para fazer um pouco de exercício, ao mesmo tempo em que me distraio. Andar de bicicleta é tudo de bom…Tchau.”

Saúde e mobilidade

Nos últimos anos, as bicicletas estiveram em baixa. As crianças preferiram os computadores e os adultos o sedentarismo. Mas, de uns anos pra cá, a preocupação com a saúde, com a mobilidade urbana e com a proteção ambiental fez com que elas voltassem à cena. Hoje vemos novamente várias famílias pedalando, pessoas usando a bicicleta como meio de transporte, crianças andando nos parques e praças. O mais bacana de tudo é que, apesar das bicicletas terem se modernizado, o modelo que vem fazendo mais sucesso entre as fashionistas e famosas é o vintage. É super comum ver nos grandes centros urbanos. nos países de primeiro mundo, mulheres e homens totalmente produzidos andando de bicicleta.” A famosa magrela deixou de ser apenas uma companheira de passeio e se tornou um acessório, ou mais que isso: uma extensão da produção visual”, contou o analista de sistemas, Carlos Soares Santos, que recentemente, como ele diz, deu um giro pela Europa.

“No Brasil ainda não vemos com frequência as pessoas usarem os modelos retrôs para passeio. É mais comum encontrarmos os modelos esportivos pelas ruas”, comenta. Mas que as bikes vintage são muito mais charmosas, isso elas são: possuem cestinhas, garupa, cores fortes, cada uma segue o estilo de seu proprietário! “Para você se empolgar e adotar o ciclismo como lazer, saiba que pedalar faz bem para o sistema muscular, cardiovascular e articular”, revela Soares. Ele diz que aderiu de vez ao modismo de andar de bicicleta.

Já o professor de Educação Física, Paulo Cesar Araújo, diz que sempre leva a família para andar de bicicleta aos domingos e feriados. “Ao mesmo tempo, consigo unir a diversão ao exercício. “Por ser uma atividade de baixo impacto, é ideal para ser praticada tanto pelas crianças como pelos adultos. Além de todas essas vantagens, pedalar ainda queima as gordurinhas e melhora o condicionamento físico. Não é por acaso que se tornou cada vez mais comum ver pessoas nas grandes cidades trocando os carros pelas duas rodas, seja para um pequeno passeio ou como meio de locomoção no dia a dia. E nesse resgate surgiu a moda das bicicletas”, comentou.

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: