Bancários anunciam greve na Bahia

Bancários e demais profissionais  do setor vão paralisar as agências do Estado, nesta quinta-feira (11), a favor do ato nacional organizado pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e demais centrais sindicais. Na quarta-feira, às 18h30, a classe realiza uma assembleia para definir os rumos do manifesto, no Ginásio de Esporte, na Ladeira dos Aflitos.

Conforme informou o Sindicato dos Bancários da Bahia, os profissionais vão às ruas pedir, entre outras reivindicações, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais e o arquivamento de um projeto de lei que permite as empresas ampliar o número de terceirizados, além de mais investimentos emeducação, saúde e transporte.

De acordo com o presidente sindical da categoria, Euclides Fagundes, a manifestação ‘não envolve só a classe bancária, mas toda a sociedade. Nós, como referência no movimento sindical, temos a responsabilidade de participar da mobilização legítima’.

Servidores técnico-administrativos das Universidades Federais da Bahia (Ufba) e Recôncavo da Bahia (Ufrb) também irão se unir às ações nacionais coordenadas pelas centrais sindicais.

Os atos no Dia Nacional de Greves e Paralisações terão início às 10h da manhã, no Saguão do Complexo Hupes, no Canela. No mesmo dia, a partir das 12h a categoria sai em passeata do Campo Grande com destino à Praça Municipal.

Segundo informou a Assufba Sindicato, a classe tenta fortalecer a pauta da Campanha Salarial Unificada 2013 do conjunto dos trabalhadores dos serviços públicos lançada em 22 de fevereiro deste ano. Entre elas se destacam: definição da data-base em 1º de Maio, política salarial permanente, com reposição no mínimo da inflação inflacionária; valorização do salário base e incorporação das gratificações; e cumprimento por parte do Governo dos acordos e protocolo de intenções firmados.

 

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: