Beneficiários do Bolsa Família tem último dia para o recadastramento

Termina hoje o prazo de recadastramento para beneficiários do Bolsa Família. Quem recebe o benefício precisa procurar um dos locais de atendimento em Salvador, munido dos documentos necessários. Ontem, o movimento maior nos postos foi registrado pela manhã. De acordo com dados da secretaria municipal de Promoção e Combate à Pobreza (Semps), das 162 mil famílias beneficiadas em Salvador, 18 mil precisam efetuar o recadastramento.

Ainda de acordo com a Semps, somente ontem, 1,1 mil beneficiários procuraram os postos de atendimento para regularizar a situação. Com isso, cai para 5,4 mil o número de famílias que precisam efetuar o recadastramento hoje, das 08 às 16 horas. Quem não conseguir terá o benefício suspendo no próximo dia 02.

Ainda de acordo com a Semps, a atualização é obrigatória e precisa ser feita a cada dois anos, mesmo que não tenha ocorrido mudanças dos dados pessoais ou familiar. Para isso, as pessoas que devem  comparecer aos postos de atendimento, onde foram convocados “através de mensagem escrita no extrato emitido no momento do saque do benefício, além de receberam também cartas através do serviço dos Correios, nos endereços informados no cadastro, emitidas desde o mês de outubro”.

Para fazer a atualização, os beneficiários devem comparecer a um dos postos de atendimento, localizados no Comércio, Boca do Rio, Núcleo de Atendimento Jurídico ou nas prefeituras-bairros: Centro, Itapuã, Cidade Baixa, Cajazeiras, Subúrbio – Ilhas.

Entre os documentos necessários estão RG, CPF e Título de Eleitor; Carteira de Trabalho; comprovante de residência (pode ser recibo de água, luz, telefone, ou correspondência recebida pelo correio). Já para as demais pessoas da casa é necessário, RG e Título de Eleitor para maiores de 18 anos; RG e/ou Certidão de Nascimento e atestado de frequência escolar para menores de 18 anos; Carteira de Trabalho (para todos os maiores que possuam). Em caso de falecimento de algum dos dependentes, levar certidão de óbito. Para os menores de até seis anos: cartão de vacinação atualizado.

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: