Bento 16 envia mensagem ao Brasil

Pela primeira vez, desde que anunciou sua renúncia, o papa Bento XVI apareceu em público ao participar nesta quarta-feira (13/2) de uma audiência no Vaticano. O papa reiterou que sua decisão é para o “bem da Igreja” e agradeceu o “amor” e apoio dos fiéis.

Às 13h50 (horário de Brasília) ele celebra a Santa Missa com o rito da imposição das cinzas, que abre o período da Quaresma, na Basílica Vaticana.

O papa enviou uma mensagem, em português, ao Brasil, onde será lançada a Campanha da Fraternidade com o tema Fraternidade e Juventude e o lema “Eis-me Aqui, Envia-me!” – expressão retirada do livro de Isaías, da Bíblia. Na mensagem, ele incentiva os jovens a terem uma participação ativa na comunidade e na Igreja. O apelo ocorre a cinco meses da Jornada Mundial da Juventude, que será realizada no Rio de Janeiro, em julho.

“De bom grado associo-me a essa iniciativa quaresmal da Igreja no Brasil, enviando a todos e cada um a minha cordial saudação no Senhor, a quem confio os esforços de quantos se empenham por ajudar os jovens para que se tornem, como lhes pedi em São Paulo, ‘protagonistas de uma sociedade mais justa e mais fraterna inspirada no Evangelho’”, disse o papa.

O papa lembra que o exemplo de Cristo deve ser tomado nas atitudes práticas do dia a dia. “Convido os jovens brasileiros a buscarem sempre mais no Evangelho de Jesus o sentido da vida, a certeza de que é por meio da amizade com Cristo que experimentamos o que é belo e nos redime”, ressaltou.

“Com votos de uma Quaresma frutuosa na vida de cada brasileiro, especialmente das novas gerações, sob a proteção maternal de Nossa Senhora Aparecida, a todos concedo uma especial bênção apostólica”, encerrou o papa.

A mensagem do papa foi enviada dois dias depois do anúncio de renúncia. A saída de Bento XVI está marcada para o próximo dia 28. No dia 27, ele fará a despedida oficial. A saída do papa leva o Vaticano a promover a escolha interna para o sucessor. Segundo especialistas, essa etapa dura, em média, 20 dias. 

Papa está bem e sereno

O porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, disse que o papa Bento XVI “está bem e muito sereno”, após a decisão de renunciar no final do mês. Segundo ele, Bento XVI não interferirá na sucessão. De acordo com Lombardi, o papa tem uma personalidade que se caracteriza pela discrição e o rigor extremos. O porta-voz fez uma análise sobre o estado de espírito do papa em entrevista coletiva concedida ontem (12).

“O sucessor de Bento XVI se sentirá apoiado pela oração, pelo amor e pela participação de uma pessoa que mais do que ninguém no mundo pode entender as preocupações de quem veio depois”, ressaltou o porta-voz, sem detalhar como será chamado o papa depois que ele renunciar e como ele se vestirá – como um religioso ou papa.

Lombardi reiterou ainda que a decisão foi tomada devido à fragilidade da saúde do papa, que tem 85 anos. O papa usa marca-passo e recentemente foi submetido a uma intervenção cirúrgica para a substituição da bateria do aparelho.

Bento XVI deixará suas funções no próximo dia 28 às 20h de Roma (16h de Brasília). Antes, no dia 27, ele fará uma despedida. O porta-voz reiterou que a iniciativa de renúncia do papa é marcada pela “coragem, humildade, responsabilidade e lucidez de uma decisão histórica”.

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: