Brasileiros ocupam 95% das vagas do Mais Médicos em nova etapa

Profissionais se apresentam até dia 20; segunda chamada é em fevereiro.
Para ministro, dado é ‘positivo’; cubanos ‘não devem ser necessários’, disse.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, durante entrevista sobre o programa "Mais Médicos", no Ministério da Saúde (Foto: Mateus Rodrigues/G1)

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (11) que 95% das 4.146 vagas ofertadas no novo edital do programa Mais Médicos foram preenchidas na primeira chamada por profissionais brasileiros. Os 3.936 médicos que ocupam as vagas têm até o próximo dia 20 para se apresentar nos municípios e dar início ao registro. No dia 2 de março, eles já começam a trabalhar na assistência à saúde.

O ministro Arthur Chioro avaliou os números como “extremamente positivos” e disse que possivelmente não será preciso convocar médicos cubanos ou de outras nacionalidades para completar o programa.

“Não podemos descartar os médicos cubanos, porque ainda temos 210 vagas em aberto. Mas elas ainda vão para a escolha de mais de 7 mil médicos, que selecionaram municípios no edital e não foram contemplados com vagas. Parece-me que não teremos participação de estrangeiros, mas os números precisam se confirmar”, afirmou Chioro.

Dos 1.294 municípios que abriram vagas, 1.227 foram contemplados parcial ou integralmente. Segundo a pasta, 67 municípios não tiveram nenhuma vaga preenchida. “Aí é questão de isolamento mesmo. São cidades de mais difícil acesso”, afirmou Chioro. Do total de municípios, 273 aderiram ao Mais Médicos pela primeira vez.

Provab
Entre os 3,9 mil médicos inscritos, 59% selecionaram a modalidade do Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab). São 2.330 estudantes que vão cumprir o Mais Médicos por um ano e, em seguida, poderão fazer as provas de residência médica com um bônus de 10% em qualquer lugar do país. Se preferirem, em 2016, eles podem continuar no Mais Médicos desde que haja concordância da prefeitura.

Segundo o Ministério da Saúde, 930 dos 2,9 mil inscritos no Provab no ano passado resolveram migrar para o Mais Médicos em 2015, em vez de fazer a prova de residência. Eles estão contabilizados nos 3.936 médicos que ocupam as novas vagas.

Ampliação
Atualmente, 14.462 médicos atendem no programa em 3.785 municípios e em 34 distritos indígenas. Desse total, 1.846 são brasileiros formados no país, 1.187 formados no exterior, entre estrangeiros e brasileiros, e 11.429 são médicos cubanos. Para 2015, a previsão é de que o Mais Médicos tenha 18.247 profissionais atendendo em 4.058 municípios e 34 distritos indígenas. A expectativa é de que 63 milhões de brasileiros sejam beneficiados com o novo edital.

Fonte: G1 / Bem Estar


Compartilhe:

Comentários: