Chuva causa desabamentos em Salvador

A chuva da madrugada dessa quinta-feira (18/4), que foi mais intensa no período entre 2h e 4h, deixou muita gente acordada. Algumas assustadas com os raios e trovões, outras pelas consequências das chuvas nos imóveis ou nas áreas próximas de onde vivem. Segundo a Defesa Civil (Codesal), foram registrados três desabamentos de casas e cinco desabamentos de muros. Além disso, foram registrados 36 deslizamentos de terra, quedas de cinco árvores, alagamentos de casas e de áreas públicas.

No total, a Codesal recebeu 114 solicitações de emergência, além de 19 ameaças de desabamento de casas. Apesar do grande número de solicitações, não foi registrado nenhum ferido. Em um dos casos, um “milagre”, salvou um homem.

Seu nome é Gevisalves Brito, e a casa onde ele mora foi invadida por um deslizamento que atingiu seu quarto, derrubando a parede e soterrando toda área, inclusive a cama aonde dormia. Brito escapou por haver despertado momentos antes do incidente, por volta das duas da manhã, e ter decidido assistir televisão na sala de estar. A casa está localizada na Rua Vila Velha, numa área do bairro de IAPI conhecida como Vila Antônio Balbino.

“Foi um milagre”, declarou sua irmã Rita de Cássia Brito, que também vive na casa com três filhos. Segundo ela, essa foi a terceira vez que ocorreu um deslizamento na mesma encosta em cuja base está a casa. “Já tentamos fazer uma barreira de alvenaria, mas a dona do terreno, que mora na parte de cima, nos proíbe”, conta. A Codesal esteve no local e condenou a casa de dois quartos, onde moram sete pessoas, no total. Uma delas, Alcides Sampaio de Oliveira, marido da dona da casa, que se encontra internada há cinco meses com problemas renais, se nega a sair. “Não ficarei só. Vai ser eu e Deus”, disse.

O bairro do IAPI teve outra casa desabada, na Travessa Bom Jesus da Lapa, nº 22A. A terceira casa a ceder devido às chuvas, está localizada na Rua Ademir Peixoto, nº 45, no bairro de Praia Grande, na Suburbana.

 Meteorologia

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), foram 59,3 milímetros de chuva na madrugada dessa quinta-feira (18/4), o que é avaliado, pelo órgão, como “um acumulado considerável”. A tendência de precipitações continua durante o final de semana, quando o céu se manterá nublado e sujeito a pancada de chuvas. No sábado, a temperatura mínima será de 21 e a máxima, 23 graus. No domingo, a variação fica entre 30 e 32 graus.

  Coelba informa opções de canais de atendimento

 Para agilizar a comunicação de ocorrências relacionadas à falta de energia, a Coelba orienta seus clientes a utilizarem outras opções de canais de atendimento, além do teleatendimento, que pode ficar congestionado em períodos de chuvas. Estão disponíveis o envio gratuito de torpedos SMS, a agência virtual na internet e atendimento pelo celular, através do sistema mobile, para quem possui smartphones. Outra ferramenta é o sistema chamado “Callback”

Para o envio de SMS, basta o cliente enviar, pelo celular, uma mensagem de texto para o número 27308, apenas com o número da conta contrato, disponível na fatura de energia. A resposta da concessionária com o número de protocolo e a informação sobre o prazo de atendimento da solicitação será enviada, também por SMS, ao cliente em até três minutos.

O acesso à agência virtual se dá através do site www.coelba.com.br. Para fazer uso do sistema móbile, basta digitar no navegador de internet o endereço m.coelba.com.br e informar o número da conta contrato.

Já o sistema Callback possibilita a realização de chamadas telefônicas de forma automática para clientes selecionados e cadastrados na base de dados da distribuidora. Na prática, isso significa que a Coelba irá entrar em contato, por meio de chamadas telefônicas automáticas, com o cliente que comunicou falta de energia, informando um menu com opções, onde ele deve responder sim ou não, através do próprio teclado do telefone, sobre restabelecimento de energia de sua residência.

São geradas, em média, 30 ligações simultâneas com a média de 30 a 45 segundos de duração. As ligações são efetuadas tanto para números fixos como para celulares e abrangem todo o estado. Os resultados coletados possibilitam que haja uma otimização na logística de envio de turmas, que podem ser avisadas com antecedência sobre os locais em que a energia foi restabelecida, evitando assim o deslocamento improdutivo de equipes. 

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: