Chuva de maio é a terceira maior dos últimos 15 anos

Maio ainda está pela metade, mas o que já choveu em Salvador, em 17 dias do mês de maio, se configura na terceira maior chuva do período dos últimos 15 anos

Maio ainda está pela metade, mas o que já choveu em Salvador, em 17 dias do mês de maio, se configura na terceira maior chuva do período dos últimos 15 anos, conforme os dados dos índices pluviométricos do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Conforme o Inmet, os períodos de maiores chuvas ocorreram em 2003, com 550,3 milímetros, e em 2009, com 549,3 mm.

Em mais um aviso meteorológico, emitido ontem, o Inmet adverte que as chuvas em Salvador deverão continuar até a próxima quarta-feira. Segundo o aviso de número 74/2015, há um acumulado de chuvas em toda a cidade. Na previsão do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), as chuvas deverão prosseguir até quarta-feira, com as mesmas intensidades.

Ocorre que anda restam 14 dias para fechar o mês e Salvador já acumula, em 17 dias, 440,9 milímetros de chuvas somente em maio, contra uma média histórica para todo o mês de 359,9 milímetros. Nos três meses e meio de 2015, até as 09 horas de ontem, a cidade já acumulava um índice pluviométrico de 1.007,3 mm, enquanto em todo o ano passado esse índice foi de 1.540,8 milímetros.

Essa situação 4.4490 ocorrências somente em 17 dias do mês de maio, das quais 1.584 foram de deslizamentos de terras e 101 imóveis que desabaram por causa das chuvas. Neste ano, por conta das chuvas, 19 pessoas já morreram em Salvador. Durante o dia de ontem, até as 17 horas, a Defesa Civil de Salvador tinha contabilizado 111 ocorrências, das quais 40 tinham sido de deslizamentos de terras.

Maio de Chuvas em Salvador (mm) 
2000    241,3 mm
2001    199,2 mm
2002    351,6 mm
2003    550,5 mm
2004    198,2 mm
2005    198,2 mm
2006    397,1 mm
2008    230,6 mm
2009    549,3 mm
2010    243,8 mm
2011    304,2 mm
2012    415,5
2003    231,1 mm
2014    247,2 mm
2015    440,9 mm
* até ás 09 horas do dia 17

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: