Conta de luz fica mais cara na Bahia

A conta de luz dos consumidores baianos fica mais cara a partir de hoje. O reajuste de 14,82% para as residências e 15% para as empresas é valido para a capital e mais  415 municípios da  Bahia. Nas ruas, o consumidor que só deve sentir o aumento pesar no bolso a partir do mês de maio, não recebeu bem a notícia. No entanto, para não ter surpresas é importante ficar atento a algumas medidas simples que farão a diferença no final do mês. 

Entre as empresas, o reajuste aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica(Aneel), é de  15% para o consumidor de baixa tensão e 16,04% para os de alta tensão. Na Bahia, segundo a Aneel, pelo menos 5,3 milhões de consumidores serão afetados com a nova tarifa. As cidades de Jandaíra e Rio Real são as que ficarão de fora do aumento já que são abastecidas pela Companhia Elétrica Sergipana.

Ainda de acordo com o órgão, o reajuste médio aprovado, de 15,35%, ficou abaixo do pedido pela Coelba, quer era de 18%. A companhia justificou que a compra de energia,  teve elevação em torno de 17%. As despesas dos últimos 12 meses que precisam ser quitadas, também contribuíram para o reajuste.

O segurança noturno Vandeilson Costa dos Santos não recebeu bem a noticia do aumento. “Em casa usamos lâmpadas florescentes e lembretes espalhados em todos os cantos para que não esqueçamos de apagar as luzes quando não estamos no local. Mas mesmo assim ainda acho o reajuste acima da nossa realidade”.

Já a dona de casa, Luciana Ferreira, de 48 anos, confessa que não costuma ficar atenta a economia de energia em casa. “Na correria do dia muitas vezes agente passa despercebido.

Assim como Luciana, milhares de pessoas não costumam se preocupar em economizar. De acordo com a Coelba, o condicionador de ar é um dos eletrodomésticos de maior consumo de energia. E a dica é que os consumidores utilizem-o apenas quando necessário.

?Mantenha portas e janelas bem fechadas para evitar entrada de ar do ambiente externo

?Verifique o correto funcionamento do termostato regulando-o adequadamente (25º)

?Se possível, instale o aparelho onde ele não fique exposto ao sol.

?O chuveiro elétrico é responsável por cerca de 25% do consumo de uma residência então: Limite seu tempo debaixo da água quente ao mínimo indispensável; não tente aproveitar uma resistência queimada, isso aumenta o consumo; nos dias quentes, mantenha a chave de temperatura na posição “verão” (na posição “inverno”, o consumo é aproximadamente 30% maior).

?Já o televisor é responsável por 5 a 15% do consumo total de uma residência, por isso é importante não deixá-lo ligado sem necessidade.

?Outro eletrodoméstico campeão em gastos de energia é a geladeira, sendo responsável por cerca de 30% do consumo total das casas.  E para evitar esse gasto excessivo a dica è: Coloque a geladeira em local ventilado, afastada de paredes, fora do alcance dos raios solares e distante de fogões e estufas

?Não use a parte traseira da geladeira para secar panos ou roupas

?Não deixe aberta, nem fique abrindo desnecessariamente

?Não coloque alimentos quentes na geladeira

?Verifique se as borrachas de vedação da porta estão em bom estado

?Descongele sua geladeira regularmente

?Observe as recomendações do fabricante.

 Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: