Conta de luz será reajustada a partir de quarta; veja como economizar

As novas tarifas entrarão em vigor para os 5,5 milhões de clientes na quarta-feira, mas o reflexo só chegará na conta de maio

A partir de quarta-feira ficará mais caro usar equipamentos eletrônicos na Bahia.  Por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as tarifas de energia dos consumidores residenciais baianos será reajustada em  10,45%. As novas tarifas entrarão em vigor para os 5,5 milhões de clientes da concessionária na quarta-feira, mas o reflexo só chegará na conta de maio.

Em nota, a Coelba ressaltou que “os reajustes tarifários anuais estão previstos no contrato de concessão das distribuidoras”.

Atualmente, segundo a Coelba, os consumidores de Baixa Tensão representam 99% dos clientes da concessionária.

Dados enviados pela concessionária indicam que um consumidor residencial convencional que consome 100 kWh/mês, por exemplo, terá sua conta reajustada de R$ 50,79 para R$ 56,05.

Já o residencial baixa renda, com o mesmo consumo de 100 kWh/mês, terá o valor alterado de R$ 26,25 para R$ 29,03.

Bandeiras tarifárias

Além desse reajuste, os consumidores ainda precisam conviver com os aditivos das chamadas bandeiras tarifárias, que foi criado para sinalizar aos consumidores o real custo de produção da energia no país, o que é feito por meio da cor da bandeira impressa nos boletos das contas de luz.

Se a cor é verde, a situação está normal e não há cobrança de taxa. Amarela, cobra-se R$ 2,50 para cada 100 kWh de energia consumidos. Se vermelha, a taxa sobe para R$ 5,50 para cada 100 kWh. A bandeira vermelha está em vigor desde o início do ano.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foram arrecadados, em apenas dois meses, um total de R$ 1,237 bilhão para equilibrar o sistema de geração de energia.

Fonte: Correio da Bahia


Compartilhe:

Comentários: