Corpo de Champignon será enterrado na tarde desta terça-feira

Velório foi fechado para a família às 4h e será reaberto para os fãs às 10h.
Músico foi encontrado morto na madrugada de segunda-feira (9).

Champignon está sendo velado no Salão Nobre do Memorial de Santos (Foto: Lizie Rodrigues/G1)

O velório do músico Champignon, encontrado morto na madrugada de segunda-feira (9) na capital paulista, prossegue durante a manhã desta terça-feira (10) no Cemitério Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos, no litoral de São Paulo. Por volta das 11h, o velório estava aberto apenas para familiares. A previsão é que nos próximos minutos, fãs e imprensa poderão acompanhar a cerimônia fúnebre. O sepultamento do ex-baixista do Charlie Brown Jr., que atualmente era vocalista do grupo ‘A Banca’, está previsto para as 15h, no mesmo local.

Cerca de 15 fãs aguardam para entrar no local. Champignon está sendo velado no mesmo local onde também foi realizado o sepultamento de Chorão. O velório do amigo de Champignon aconteceu na Arena Santos, no dia 7 de março. Em seguida, o corpo Chorão foi levado para o Memorial de Santos e sepultado às 15h, mesmo horário em que está prevista a cerimônia de enterro de Champignon.

Amigos e familiares de Champignon se emocionam durante velório (Foto: Bruno Gutierrez/G1)Na primeira parte da cerimônia, apenas familiares e amigos mais próximos puderam se despedir do artista. Depois, o velório foi aberto para o público e seguiu por toda a madrugada. Durante a noite, além dos integrantes do grupo ‘A Banca’, estiveram presentes o ex-baterista do Charlie Brown Jr., Pinguim; o vocalista da banda NX Zero, Di Ferrero; e o músico Kiko Zambianchi.

Por volta das 4h desta terça-feira (10), a esposa do músico chegou ao local e pediu para que o velório fosse fechado novamente para os famliares. O pai e os irmãos de Champignon também passaram a noite no Memorial de Santos.

Champignon está sendo velado no mesmo local onde também foi realizado o sepultamento de Chorão. O velório do amigo de Champignon aconteceu na Arena Santos, no dia 7 de março. Em seguida, o corpo Chorão foi levado para o Memorial de Santos e sepultado às 15h, mesmo horário em que está prevista a cerimônia de enterro de Champignon.

Trajetória
Champignon tinha 35 anos e nasceu em Santos, litoral paulista. O músico lançou vários discos com a banda Charlie Brown Jr, que deixou em 2005, após brigas com o vocalista Alexandre Magno Abrão, o Chorão.

Nessa época, participou de outros projetos, como o grupo Nove Mil Anjos, que tinha Junior Lima (irmão de Sandy) na bateria.

Em 2011, Champignon retornou ao Charlie Brown Jr. fazendo com que a banda voltasse a contar com a presença dos quatro integrantes da formação original de 1992: Marcão, Champignon, Chorão e Thiago Castanho, além do baterista Bruno Graveto, que passou a integrar o grupo em 2008.

Após a morte de Chorão, em 6 de março deste ano, os membros do Charlie Brown lançaram a banda ‘A Banca’, que tinha Champignon como vocalista.

A próxima apresentação do grupo seria no dia 21 de setembro em Recife, Pernambuco, com a turnê “Chorão Eterno”, show que homenageava além de Chorão, toda a trajetória da banda Charlie Brown Jr.

Duas perdas no mesmo ano
Em 2013, Champignon perdeu dois companheiros de banda entre março e maio: o parceiro Chorão e o guitarrista Peu Sousa, ex-colega de Nove Mil Anjos, encontrado morto em maio em sua casa, no bairro de Itapuã, em Salvador.

Chorão morreu por overdose de cocaína, enquanto a morte de Peu foi provocada por suicídio, segundo informou na época a Polícia Civil da Bahia.

Ao G1, Champignon falou sobre as mortes no dia 6 de maio. “Os dois perderam a fé. Quando perdem a fé, perdem a vontade de viver. Foi mais um dia muito triste”, disse o baixista. “Eu acho que as pessoas, em algum momento da vida, perdem a fé. Independentemente se morrem por droga, ou enforcadas. Se perdem a vida sem culpa de ninguém, acredito que em algum momento perderam a fé”, acrescentou.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: