Correios reajustam tarifas postais para serviços nacionais e internacionais

Correios também passaram a cobrar taxa de R$ 12 sobre produtos importados

O Ministério das Comunicações estabeleceu hoje (11) novos valores tarifários para serviços nacionais e internacionais dos Correios. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

O primeiro porte de carta comercial, com peso até 20 gramas, passou de R$ 1,20 para 1,30. A carta não comercial, sem serviços adicionais, foi reajustada de R$ 0,8 para R$ 0,85. Entre os serviços adicionais estão registro da carta, aviso de recebimento e mão própria.

A Carta Social, destinada a pessoas de baixa renda, permanecerá em R$ 0,01. O último reajuste havia sido feito em junho de 2012.

Correios passam a cobrar taxa de R$ 12 sobre produtos importados
Quem optar por receber uma encomenda internacional via Correios deverá pagar uma taxa de R$ 12 sobre cada produto que for tributado pela Receita. A decisão está em vigor desde o último dia 2.

Em nota, os Correios afirmam que o valor cobrado tem como objetivo cumprir os custos das atividades postais realizadas pela empresa na nacionalização das encomendas internacionais. Não haverá cobrança sobre as remessas postais isentas de pagamento de imposto de importação.

“Os Correios sempre absorveram os custos operacionais do despacho postal. A cobrança foi instituída neste momento devido ao crescimento exponencial das importações (cerca de 400% nos últimos anos) e a consequente elevação dos custos de operação da nacionalização das encomendas”, diz a nota de esclarecimento sobre a nova tributação.

De acordo com a empresa, a cobrança no valor de R$ 12 é inferior à praticada por outros operadores postais do Brasil e do mundo. No Brasil, a cobrança de empresas concorrentes pode chegar a R$ 50; o correio francês, por exemplo, cobra de 15 a 20 euros e o espanhol, de 15 a 18 euros.

Funcionamento da cobrança
Após a encomenda internacional passar pela Receita Federal, ela poderá ser encarada como tributável ou não. Caso a Receita entenda que o produto em si deve ser tributado, ele é encaminhado para a central dos Correios que avisa o destinatário sobre a chegada do pacote. O item só pode ser retirado mediante pagamento dos tributos. A novidade é que além desses tributos, será preciso pagar uma taxa de R$ 12 aos Correios para poder levar o item para casa.

Fonte: Correio 24hrs

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: