Após prisão, três mulheres confessam esquartejamento de motorista

Pedaços do corpo foram achados perto do Cemitério da Consolação e na Praça da Sé, crime aconteceu em março

Após prisão, três mulheres confessam esquartejamento de motorista

SÃO PAULO – Três mulheres foram presas nessa sexta-feira, 27, sob suspeita de participar do esquartejamento do motorista Álvaro Pedroso, de 55 anos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o trio confessou o crime, que ocorreu em março.

A Justiça já decretou a prisão temporária das suspeitas – uma delas seria a amante do motorista. Elas foram presas no centro da capital e encaminhadas ao 89º Distrito Policial (Morumbi). A SSP e a Polícia Civil não passaram mais informações sobre a investigação, que segue sob sigilo.

Entenda o caso. Em 23 de março foram achados três sacos, em pontos diferentes, perto do Cemitério da Consolação, na zona oeste de São Paulo, com pernas, braços e tronco do motorista, que estava desaparecido. No dia 27, uma cabeça foi achada na Praça da Sé, no centro, por um morador de rua – a quatro quilômetros do ponto onde foram encontrados os sacos plásticos com as outras partes do corpo.

De acordo com testemunhas, Pedroso foi visto pela última vez no dia 22 de março, quando teria saído com a amante. Ela,que seria garota de programa, exigia dinheiro da vítima e estava descontente com a vontade do motorista de terminar o relacionamento.

Imagens de câmeras de segurança próximas ao cemitério mostraram três mulheres com um carrinho de compras no dia do crime. O mesmo carrinho foi encontrado dias mais tarde com um morador de rua, que confessou ter recebido partes do corpo da vítima, em sacolas plásticas, para distribui-las em troca de R$ 30.

Fonte: Msn


Compartilhe:

Comentários: