Enchentes matam 4 brasileiros na Itália, diz governo local da Sardenha

Mortos são 2 adultos e 2 adolescentes, segundo governador da ilha.
Mortes ocorreram em apartamento no subsolo da cidade de Arzachena.

Quatro integrantes de uma família brasileira e outras 10 pessoas morreram nas inundações na ilha italiana da Sardenha, anunciou o governador da região, Ugo Cappellacci.

O governador confirmou que quatro pessoas de uma família de origem brasileira, dois adultos e dois adolescentes, morreram afogadas em um apartamento situado em um subsolo na cidade de Arzachena.

“Infelizmente, o balanço subiu a 14 vítimas, sete delas em Olbia (nordeste da ilha) e quatro em Arzachena”, declarou Cappellacci ao canal SkyTG24.

Na segunda-feira à noite as autoridades haviam anunciado um balanço provisório de nove mortos após a tempestade Cleópatra, que alguns especialistas classificaram como um ciclone.

O consulado-geral do Brasil em Roma confirmou a morte dos quatro brasileiros e informou que está tentando entrar em contato com familiares das vítimas para poder realizar os trâmites de traslado dos corpos.

De acordo com o consulado, as vítimas eram um homem e uma mulher de 42 anos, naturais de Divinolândia, no interior de São Paulo, e Poços de Caldas, em Minas Gerais, e os dois filhos do casal – um rapaz de 20 anos e uma adolescente de 16 anos.

Segundo o consulado, as mortes ocorreram entre segunda-feira (18) e a madrugada desta terça-feira (19). Os corpos já foram encontrados pela polícia local. O consulado também afirmou que não recebeu informações sobre mais brasileiros em situação de risco na região.

Ruas alagadas na cidade de Olbia, na Sardenha, nesta segunda-feira (18) (Foto: AP)

Ruas alagadas na cidade de Olbia, na Sardenha, nesta segunda-feira (18) (Foto: AP)

Fonte: G1

 


Compartilhe:

Comentários: