Estreia de filme é cancelada por ameaças crackers

A pré-estreia em Nova York do filme “A Entrevista”, produzido pela Sony, foi cancelada pela sala na qual seria projetado por conta de ameaças terroristas recebidas pelo estúdio.

O filme, uma paródia do líder norte-coreano, Kim Jong-un, que foi dirigido por Seth Rogen, coprotagonista junto com James Franco, seria projetado nesta quinta-feira, 17, no Landmark’s Sunshine Cinema, mas o estúdio resolveu cancelar o evento “por conta das ameaças”, de acordo com a imprensa do país.

Os crackers (usam o conhecimento da informática de forma ilegal ou sem ética) responsáveis pelo ciberataque ao Sony Pictures Entertainment ameaçaram o estúdio com um “11 de setembro” particular, em mensagem na qual advertiam que semeariam o terror nos cinemas onde o filme em questão fosse projetado.

No entanto, no último dia 11 foi realizada sem problemas a primeira projeção do filme em uma sala de Los Angeles.

O comunicado de ameaça foi enviado ontem à noite a jornalistas em Hollywood junto com um link para acessar um novo lote de documentos que levam o nome do executivo-chefe da Sony, Michael Lynton, e cujo conteúdo ainda não foi revelado.

A nota assinala que os que tentaram se beneficiar com o filme serão amaldiçoados e recomendam “manter distâncias” dos cinemas onde será projetado “The Interview”.

“Se sua casa estiver perto, seria melhor que você a deixe”, diz a mensagem, que também acrescenta: “Lembrem do 11 de setembro de 2001” e afirma que “o mundo estará cheio de medo”.

Fonte: A TARDE


Compartilhe:

Comentários: