Facção criminosa tentava se instalar no Rio Grande do Sul, diz polícia

Operação foi deflagrada de forma simultânea no RS, MS e PE.
Cerca de 300 policiais cumpriram mandados em seis cidades do estado.

 Após uma investigação que durou cerca de 11 meses, a Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (14) 26 pessoas suspeitas de tentar instalar no Rio Grande do Sul uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios e atua nacionalmente, principalmente com o tráfico de drogas e roubos. Através de escutas telefônicas, foi identificada a ligação de suspeitos com o grupo em pelo menos nove presídios gaúchos. A operação foi deflagrada simultaneamente também em outros dois estados: Mato Grosso do Sul e Pernambuco.

No Rio Grande do Sul, participaram da operação cerca de 300 policiais civis em 80 viaturas. Foram cumpridos mandados em Porto AlegrePasso FundoSanto ÂngeloUruguaianaIjuíSanta Maria.

Conforme a Polícia Civil, o inquérito tem mais de 7 mil páginas e cita indícios de provas dos envolvidos em crimes como o tráfico de drogas, roubos e homicídios, não apenas no RIo Grande do Sul como em outros estados.

Durante a investigação foi apreendido aproximadamente 1 quilo de crack em São Leopoldo, na Região do Vale do Sinos, cerca de 2 quilos de cocaína em Carazinho, na Região Norte, e cerca de 634 quilos de maconha em Dourados, Mato Grosso do Sul. Todas as apreensões estão ligadas a uma organização criminosa que estava tentando se estabelecer no Rio Grande do Sul.

Fonte: G1

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: