Hoje é o último dia para ter acesso à mamografia gratuita

A oferta gratuita da mamografia digital bilateral, exame que diagnostica a presença de células cancerígenas na região da mama, lotou a sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), desde o início da manhã de ontem. Parte das ações do Programa  de Rastreamento do Câncer de Mama, uma parceria entre a APAE, a clínica Delfim e a Secretaria Estadual de Saúde, os exames são oferecidos até as 17 horas de hoje (17) a mulheres que tenham entre 50 a 69 anos. Para isso, as interessadas devem comparecer aolocal, munidas de RG, cartão do SUS e comprovante de residência. 

Entre as mulheres baianas, este é o tipo de câncer com maior incidência, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), que estima o diagnóstico de 2.560 novos casos este ano no estado. Numa clínica particular, o exame que possibilita a identificação da doença custa em torno de R$ 170. Na quadra da APAE, três veículos equipados estão capacitados para atender a seis pacientes ao mesmo tempo e a entrega dos exames está prevista para o dia 28 de agosto. Este é o primeiro ano que a associação participa do mutirão aberto ao público.

Às 6h30 já havia mulheres aguardando o serviço, que deve superar a expectativa do programa, inicialmente prevista para atender 500 pacientes por dia. Para a médica radiologista da Clínica Delfin, Maria Cecília, a ampla procura pelo serviço é reflexo da grande divulgação, unido à conscientização das mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce. “O câncer de mama não é uma doença previsível, que se possa prevenir, por isso é importante fazer exames regulares para que o diagnóstico seja feito ainda no estágio inicial”, afirmou, lembrando que quanto mais cedo ocorrer a identificação da doença, maiores as chances de cura. Ainda segundo ela, já aos 40 anos, a mulher precisa fazer o exame médico anualmente e, após os 50 associar a consulta humana à mamografia.

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: