Hospital em Feira de Santana tem tratamento para o câncer infantil

O Hospital Estadual da Criança (HEC), em Feira de Santana já dispõe de um Serviço de Oncologia Pediátrica, que ocupa o 5º andar da unidade, tem 13 leitos para internação e outros 15 leitos no ambulatório/quimioteca, onde são realizadas as sessões de quimioterapia e administração de medicamentos. A inauguração, nesta terça-feira (19), teve a presença do secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, do arcebispo Metropolitano Dom Itamar Vian, parlamentares e profissionais da área da Saúde.

Depois de Salvador e Itabuna, Feira é o terceiro município da Bahia a oferecer tratamento especializado aos portadores de câncer infantil. A menor M.C.S., de 13 anos é a primeira paciente internada na oncologia para tratamento. Ela está sendo acompanhada pela equipe médica da oncologia. Outras duas crianças estão no processo de investigação da doença.

“Esse serviço de oncologia para crianças e adolescentes representa um avanço importante do Sistema Único de Saúde em nosso estado. Aqui no Hospital da Criança, contamos com uma assistência integral e com uma equipe multidisciplinar para atender às crianças de Feira de Santana e região”, comemorou Solla. O superintendente geral do HEC, Mateus Simões agradeceu a toda a equipe que possibilitou o início dos trabalhos da oncologia pediátrica em tempo recorde. “Temos aqui uma equipe extremamente empenhada e compromissada na melhoria do atendimento em saúde infantil na Bahia”.

Tratamento – O atendimento é destinado aos pacientes com suspeita ou diagnóstico de câncer, com idades entre zero e 15 anos incompletos. Para o diagnóstico preciso, serão realizados na unidade, os exames de biópsia de medula óssea, mielograma, punção lombar e cuidados paliativos.Além da consulta, que é o primeiro passo na investigação da doença, os pacientes têm acesso aos serviços de quimioterapia ambulatorial, internamento e hemoterapia.

O setor dispõe também de duas brinquedotecas para que os pequenos possam desfrutar de momentos de lazer com jogos, televisão, livros e música. O serviço é em parceria com o Grupo de Apoio à Criança com Câncer da Bahia (GACC), entidade filantrópica que tem como objetivo dar suporte a todas as crianças carentes do estado da Bahia e às suas famílias, com apoio psicossocial, acolhimento e hospedagem para que o paciente não abandone o tratamento contra o câncer.

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: