Inflação avança em todas as capitais pesquisadas pela FGV

Com a alta nas sete capitais, o IPC-S apresentou variação de 0,84% na segunda semana de março

A inflação semanal medida pelo IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) registou alta nos preços em todas as sete capitais analisadas pela FGV (Fundação Getulio Vargas) durante a segunda semana do mês de março.

A maior alta registrada pela pesquisa que analisa a variação de preços para alimentação, vestuário, transportes, habitação, educação, saúde, comunicação e despesas diversas, de 0,27 ponto percentual, foi apontada na cidade de Brasília, que foi seguida por São Paulo (0,16%), Porto Alegre (0,14%), Salvador (0,14%), Belo Horizonte (0,05%), Rio de Janeiro (0,05%) e Recife (0,04%).

Para a elevação significativa nos preços da Capital Federal, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram elevação em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: educação e alimentação, cujas taxas passaram de -2,05% para -1,35%, e de 0,52% para 1,14%, respectivamente.

Já em São Paulo, a alta foi puxada pela variação positiva de cinco das oito classes de despesas, com destaques para os setores de alimentação (de 1,44% para 1,99%), saúde e cuidados pessoais (de 0,31% para 0,58%), vestuário (de 0,58% para 0,73%) e educação.

Confira como ficaram as variações percentuais das sete capitais componentes do índice:.

Salvador: de 0,41% para 0,55%

Brasília: de 0,26% para 0,53%

Belo Horizonte: de 0,68% para 0,73%

Recife: de 0,12% para 0,16%

Rio de Janeiro: de 1,24% para 1,29%

Porto Alegre: de 0,80% para 0,94%

São Paulo: de 0,69% para 0,85%

Fonte: R7

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: