Justiça determina transferência de bebê Sofia para cirurgia nos EUA

Bebê de cinco meses sofre de uma doença rara: a síndrome de Berdon.
Justiça determina que procedimento seja custeado pelo governo federal.

Sofia (Foto: Arquivo pessoal)

O desembargador Mário Moraes, do Tribunal Regional Federal, em São Paulo (SP) determinou nesta quarta-feira (28) a transferência para os Estados Unidos de Sofia Gonçalves de Lacerda, de cinco meses. O bebê, que mora em Votorantim (SP), sofre de síndrome de Berdon, uma doença rara que exige um transplante multiviceral.

De acordo com Miguel Navarro, advogado da família, o desembargador acatou as solicitações e determinou que a criança seja levada para Miami em um avião adaptado e com a estrutura necessária para fazer o transporte, que será pago pelo governo federal; ainda cabe recurso. “O juiz aceitou todas as provas que juntamos, desde exames até as evidências de que o Hospital das Clínicas não está apto para fazer o transplante com sucesso”, ressalta Miguel.

Ainda segundo a decisão, a criança deve voltar para o Hospital Samaritano, em Sorocaba(SP), para desocupar o leito do HC. A transferência de Sofia deve feita em 15 dias a partir da intimação, que deve ser publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (29). A multa por não cumprimento é de R$ 100 mil por dia, mas ainda cabe recurso.

‘Começo de outra luta’
A mãe da menina, Patrícia de Lacerda, não conteve as lágrimas quando comentou sobre a decisão do desembargador ao G1.

Emocionada, ela contou que ainda é um passo para a vitória final. “Estou muito feliz porque um dos empecilhos mais difíceis já conseguimos, que é o custeio pelo governo. Agora, começa a luta de esperar pelo doador. Cada passo é uma nova luta, mas também uma nova vitória”, comemora.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: